Honda WRV 2021: um SUV para a cidade?

Durante uma semana, tive a oportunidade de avaliar o Honda WRV 2021 que você vê nessas fotos e no vídeo da TV Rebimboca, acima. Esta é sua versão mais sofisticada, a EXL, que custa hoje quase R$ 95 mil e, em relação ao modelo 2020, traz poucas, mas significativas, mudanças, especialmente em relação a itens de segurança.

Embora esteja longe de ser um campeão de vendas, o SUV é hoje o segundo Honda que mais sai das lojas – o primeiro é seu o HRV, um pouco maior. Bem à frente de seus irmãos de plataforma, o monovolume Fit e o sedãzinho City. Neste post, falamos sobre ele e, e no vídeo – que convido você a assistir –, mostro o carro em mais detalhes.

Mais que um Fit em traje aventureiro

Modelo derivado do monovolume compacto Fit, o WRV ocupa o posto de SUV de entrada da Honda. Cá entre nós, confesso que, quando ouvi pela primeira vez que a montadora estava modificando o Fit – carro que considero extremamente bem projetado e prático – para fazer um utilitário, torci o nariz (e olhem que meu nariz não é pequeno, rs). Afinal, carros mais altos, no mínimo, têm o centro de gravidade elevado e dificilmente terão as mesmas qualidades de condução que suas versões originais mais baixas. E isso não uma opinião minha, mas pura física.

No entanto, o tempo passou, pude dirigir esse, hum, “quase jipinho” e percebi que as tais adaptações tinham sido muito bem-feitas. Não que o WRV tenha exatamente a mesma dinâmica do Fit, não tem. Mas isso não significa que seja um carro “pior”, especialmente se levarmos em conta as qualidades específicas que essa versão traz.

E essas qualidades próprias se concentram quase que todas na suspensão do carro, que não foi apenas elevada em relação ao monovolume original, mas também recalibrada, muito bem recalibrada, aliás. E que, se não faz dele um veículo apropriado para o uso fora de estrada, lhe dá certa vantagem para trafegar nas nossas tão mal pavimentadas e cheias de lombadas cidades. E nisso ele leva vantagem sobre seus irmãos mais próximos, os já mencionados Fit e City, sendo até um pouco mais confortável, por absorver um pouquinho melhor os defeitos do caminho.

WRV ou Fit?

Tem um tempinho, nós produzimos aqui para o blog e para a TV Rebimboca um vídeo com uma espécie de comparativo entre os Hondas Fit e WRV. E, em vez de ficar falando, tudo de novo, das diferenças entre os dois modelos e de esmiuçar suas características mecânicas, sugiro que vocês leiam e assistam, ou releiam o post e assistam novamente àquele vídeo. Vou colocar os links aqui embaixo.

Link para o post: https://blogs.oglobo.globo.com/rebimboca/post/fit-e-wrv-um-comparativo-em-familia.html

Veja o vídeo do comparativo aqui:

Zen no trânsito

No mais, o WRV é o que podemos classificar como “máquina zen”. Seu temperamento tranquilo é acentuado, claro, pelo burocrático câmbio automático CVT. Burocrático, mas eficiente, reconheça-se. Guiá-lo pelas ruas não cansa, nem desperta maiores emoções. O motor 1.5 gera potência e torque suficientes para que ele se mova com agilidade e discrição, um jeito manso de ser que faz com que pareça ser mais lento do que é. Aliás, ele não é nada lento, acelerando com folgas para entrar em vias expressas, fazer ultrapassagens e subir ladeiras sem demonstrar irritação ou esforço exagerado. E ele faz isso sem gastar muito (veja os dados de consumo na ficha técnica, no final desta matéria).

O isolamento da cabine é muito bom e o acabamento esmerado. Mesmo sendo a versão mais cara, EXL, não há muito no interior do carro que o associe ao luxo. Os bancos são ótimos, forrados em couro sintético, e com apoio suficiente para o corpo. A forração é perfeita, não há rebarbas em painéis ou plásticos com aparência pobre. Não há ruídos de componentes ou reverberações acústicas.

Outro destaque é a flexibilidade de espaço, herdada do mano Fit. Com uma variação de possibilidades de configuração, os assentos e encostos dos bancos traseiros se ajustam de modo a acomodar bagagens de diversos formatos e dimensões, com ou sem passageiros. Tudo fácil de mexer e mover, sem riscos de machucar seus usuários. Bem legal.

Falo mais sobre o temperamento do carro e mostro, na prática, seu comportamento no trânsito no vídeo.

Futuro

Lançado em 2017, o WRV pode ser considerado um modelo recente, mesmo sendo quase que uma variação de uma outra versão da mesma família. O Fit – seu “pai” – continua sendo produzido e vendido em mercados diversos, incluindo os do primeiro mundo, o que indica que, pelo menos no curto prazo, deve se manter na ativa. Há, no entanto, muita especulação sobre sua continuidade em mais uns dois anos, com a possibilidade de ser substituído por um novo carro, que já esteja mais próximo da geração eletrificada. Não tenho bola de cristal, mas pelo que tenho ouvido, aqui no Brasil é possível que o WRV até sobreviva a um eventual fim do Fit (perdão pela aliteração). Afinal, é um pequeno SUV e, como sabemos, esses são os tais em nosso mercado. É esperar para ver. Vamos à ficha técnica.

Honda WRV EXL 2021

Ficha técnica (etanol/gasolina, dados do fabricante)

Motor 1.497 cc (1.5), flex, 16v, dianteiro transversal

Potência (cv) 116/115

Torque (kgfm) 15,3/15,2

Desempenho

Velocidade Máxima 168 km/h

Tempo 0-100 em 12,3 segundos

Consumo (km/l)

Urbano 8,1/11,7

Rodoviário 8,8/12,4

Transmissão

Câmbio automático tipo CVT com simulação de 6 marchas

Tração dianteira

Direção com assistência elétrica

Suspensão

Dianteira independente tipo McPherson

Traseira interdependente, por eixo de torção

Freios

Dianteiros a disco ventilado

Traseiros a tambor

Dimensões (mm)

Altura 1.599

Largura (com retrovisores) 2.076

Comprimento (mm) 4.068

Entre-eixos (mm) 2.555

Rodas e pneus

liga leve aro 16”

195/60 R 16

Peso 1.138 kg

Capacidades (litros)

Tanque 45

Porta-malas 363

Alguns itens de segurança

airbags frontais e laterais para motorista e passageiro

controles de tração e de estabilidade

distribuição eletrônica de frenagem

Preço de versão idêntica à do vídeo (maio de 2021): R$ 94.700

Fonte: Blog Rebimboca Online

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *