17 de abril de 2024
Claudio Humberto Colunistas

Lula conclui troca de ‘zagueiros’ no STF e MJ

Oficialmente a serviço de Lula, Lewandowski será o veículo condutor “natural” das relações (e dos recados) do governo com o STF.

A nomeação de Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça não surpreendeu a ninguém, nem mesmo as pedras portuguesas encardidas da Praça dos Três Poderes. Pareceu jogo combinado, dos movimentos para antecipar sua aposentadoria ao breve período na advocacia de luxo, passando pela chocante presença em evento do MST, tudo parecia encaminhado para a troca de zagueiros de confiança de Lula (PT) no Supremo Tribunal Federal (STF). A troca de cadeiras com Flávio Dino.

Interlocutor oficial

Oficialmente a serviço de Lula, Lewandowski será o veículo condutor “natural” das relações (e dos recados) do governo com o STF.

Ninguém esquece

O novo ministro preocupa especialistas em segurança pública, que não esquecerem: ele é uma espécie de “pai” das audiências de custódia.

Impunidade garantida

Presos em flagrante são levados a audiências de custódia em até 24 horas, o que, segundo fontes policiais, resulta na soltura de 70% deles.

Mão que lava outra

Acusado ligações ao PT, Lewandowski cumpriu papel, às vezes solitário, reconhecido pelo maior beneficiário: o presidente que agora o nomeou.

Fonte: Diário do Poder

Claudio Humberto

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *