21 de abril de 2024
Claudio Humberto Colunistas

Com Lewandowski na Justiça, Lula repete Sarney

A opção do presidente Lula (PT) pelo ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski para assumir o Ministério da Justiça não é inédito. (Foto: Reprodução/TSE).

A opção do presidente Lula (PT) pelo ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski para assumir o Ministério da Justiça não é inédito. O petista repete ato do ex-presidente José Sarney, que em 1989 escolheu Oscar Dias Correia, ministro aposentado do STF dias antes. Ele substituía a Paulo Brossard, ex-senador gaúcho histórico, que era o ministro da Justiça e assumiria vaga no STF.

Dois exemplos

Desde as eleições diretas, outros dois ministros trocaram o STF pela Esplanada dos Ministérios: Nelson Jobim e Francisco Rezek.

Lula II

Jobim virou ministro da Defesa de Lula, em 2007. Rezek pediu para sair do STF em 1990 para assumir o Ministério das Relações Exteriores.

Caminho ‘regular’

Outros 10 ministros na história do STF, como Nelson Jobim e atualmente Alexandre de Moraes, ocuparam o Ministério da Justiça antes do STF.

Outra semelhança

O caso de Lewandowski lembra o do juiz Sergio Moro, que deixou a magistratura para assumir a pasta da Justiça do governo que apoia.

Fonte: Diário do Poder

Claudio Humberto

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *