Seu imposto financia a impostura parlamentar

A retomada das propagandas partidárias [supostamente gratuita(sic)] em rádio e televisão foi aprovada pelo Senado na terça-feira (14).
Fonte: Agência Senado

Para piorar o que já é péssimo para nação, um tal de Carlos Portinho (PL-SC) que herdou o mandato com a morte do senador Arolde de Oliveira, burilou o texto original e apresentou uma proposta alternativa estipulando pagamento pela divulgação partidária nas emissoras, que será custeado com um aumento dos recursos repassados pela União ao Fundo Partidário, leia-se; dinheiro do contribuinte.

Se o objetivo é neutralizar possíveis rusgas com as empresas de comunicação e delas ganhar respaldo para seguir espoliando o erário público, a armação dos parlamentares terá poderosos aliados na grande mídia.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *