Boletim informativo

Caro Presidente. Eu apoiei e continuo apoiando o seu governo. Mas eu sou jornalista. E me orgulho disso.

Sou profissional e construí uma carreira a duras penas, trabalhando muito, estudando, e me aprimorando.

Abri o leque, professora, pesquisadora, orientadora, roteirista e diretora. Do Jornalismo à propaganda, cinema, documentário.

Do Direito à Economia, da Política à Semiótica. Eu sou Workaholic, apaixonada pela profissão. E onde trabalhei ganhei prêmios, nacionais e internacionais em equipe, individuais, pelas emissoras de TV onde trabalhei e no jornalismo impresso.

Por mérito, eu comecei a atuar no exterior, enquanto muitos não faziam nada a não ser aguardar as campanhas políticas e colocar no bolso os dólares do Caixa 2, abrir produtoras e serem beneficiados nos governos de esquerda. Quem sabe apresentar o Roda Viva na TV Cultura de SP… Vamos relembrar os nomes? Não é só a Vera Magalhães… Sabemos!

Me mandei de vez para o exterior quando me dei conta do que me disse uma jornalista da Folha quando eu começava e ela no auge da carreira abandonava a profissão: “não aguento mais ser office boy da notícia desses políticos e empresários corruptos”.

Hoje o jornalismo da grande mídia não existe, está aparelhado e a incompetência impera. Basta citar as duas fulanas da CNN, a que conseguiu criar a fronteira Brasil / Chile e a outra que matou o morto que viveu e morreu e ressuscitou no mesmo dia.

Jornalismo trata de fatos e a manipulação e a omissão deles não cabe.

Hoje muitos colegas jornalistas entraram em contato comigo. E chegamos a um denominador comum.

Escrevi um texto… Está inacabado. Então parei para gravar um “boletim”.

Este informativo jornalístico que segue abaixo e que representa a opinião de jornalistas profissionais.

Segue o Boletim…

https://web.facebook.com/juniaturra/videos/10158487692209560/

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *