De mitocôndrias e coliformes

Zombies
O histerismo e revanchismo petista pedem até a cabeça careca do ministro da Justiça, Alexandre Moraes, por ele ter antecipado o óbvio uLULAnte, que a operação Lava Jato iria continuar prendendo bandidos.
Engraçado, o ministro não é hierarquicamente superior à Polícia Federal? Então, nada mais normal que estar a par das operações da PF na Lava Jato. Ou estou falando besteira?
Quando prenderam Mantega – que fez ponta gordurosa e lubrificante no filme “O Último Frango em Paris” com Marlon Brando e Maria Schneider – escrevi que já tinha perdido as contas de quantos petistas eram presos por dia. Foi mais ou menos a mesma coisa que o ministro falou, com outras palavras.
Que outro partido tem, teve ou terá todos seus tesoureiros, presos, julgados e encarcerados?
Isso, fora o Zé Dirceu e outros próceres…
Agora pegaram o tadinho do Palocci, para mim, Paloffi, singela homenagem à sua “língua plesa”…
Adoro o Palocci/Paloffi. Parece um ursinho panda. Eu queria ter uns três aqui em casa. Acho o Paloffi tão fofo, tão meigo…
É como rezam a lenda e sabedoria popular: “Já viram ‘serial killer’ gordo? Gordo terrorista? Gordo matando? Os caras só ficam na deles comendo, não fazem mal a ninguém”.
Já o Zé Dirceu, aquele protótipo Neandertal, o elo perdido de Lindbergh Farias, tem a maior cara de psicopata; cara de quem corre atrás da mãe, pelado…
Mas o Palocci… O Paloffi balofinho….
Quando vejo Mantega e Palocci me dá vontade de servir-lhes alpiste na palma da mão. O Mantega porque tem cara de passarinho depois que bateu a cara num muro e o Palocci porque é uma gracinha…
Palocci é gente boa, sangue bom, gente que faz. Nunca foi preso à toa. Não seria agora.
Só porque ele ficou milionário? Deve ter entrado no mercado de paçocas, sequilhos, broas, brigadeiros…
Meu sonho é dividir um barril de pasteis de Belém com Paloffi.
Lembram em 2005 ou 2006, da Jeany Mary Corner (Joana Maria Esquina), cafetina em Brasília?
Dizem que era contratada pelo carequinha Marcos Valério para levar meninas e moças de vida fácil para as festas de políticos do Mensalão, a maioria do PT, claro. Freud explica. Petistas gostam do clima de zona, de bordel, de prostitutas porque voltam à infância… ao útero materno…
Pois é…
“Jeany ficou conhecida no escândalo político que derrubou Antonio Palocci, então ministro da Fazenda e um dos homens fortes do governo Lula. Na época, Francenildo, o caseiro da mansão conhecida como “República de Ribeirão” revelou que Palocci frequentava reuniões no local com lobistas interessados em negócios com o governo. A quebra de sigilos de personagens envolvidos no caso mostrou que Jeany organizava as festas na mansão”.
Pode? O meu Palocci, o meu Paloffinho balofinho participando de surubas, vestido de Britney Spears ou Coelhinho da Páscoa?
Ele tá mais pro português daquela piada:
“Um português foi convidado para uma suruba três horas depois daquilo tudo o português levanta e grita: Vamos organizar essa suruba! Já chupei três p… dei o c… três vezes e ainda não comi ninguém!”.
Gordos e portugueses não podem, não devem frequentar orgias. Imaginem então, um gordo português!
Palocci, numa suruba, deve ficar na cozinha, fritando quibes e rissoles, assando empadinhas… Vendo Master Chef, Ana Maria Braga na TV…
Agora estes golpistas inventam que o pobre, bom e velho Palocci tinha R$ 128 milhões na conta dele, fora outras propinas de Petrobras, BNDES, etc. Calúnia! Infâmia! Gordinhos fofos como Paloffi não seriam capazes de coisas medonhas como estas. Aposto que o Fat Family, aquele gordo traficante assassinado anteontem, também é inocente. Gordo traficante? Gordo consegue nem correr. Traficante tem que ter corpo e cara de Al Pacino, em “Scarface”!
R$ 128 milhões. E tem gente com câncer, morrendo, sem tratamento, em Goiânia, por falta de R$ 3 milhões em equipamentos e remédios. Isso sem falar em outros 1500 pacientes também sem assistência. Em Palmas, Tocantins, mesma coisa!
Ô raça! O negócio é ficar calmo e, dia 2 de outubro agora, próximo domingo, matar todos os Zumbis nas urnas! Topam?
Tadinho do Paloffi… E viram que bonitinho o apelido, o nome de guerra dele? “Italiano”… comedor de pizza, ravióli… Concordo com o advogado dele. Como e por que prender o Palocci, se ele, além de gordinho simpático, meigo e fofo; filhotinho de panda; tem até domicílio fixo, pra fazer umas festinhas de arromba…? Que falta de absurdo! Onde é que nós vamos parar? Assim, vão acabar prendendo o Lula e sua “fat family”…
PS: No fundo, como escreveu meu amigo, farol e ídolo, Eduardo Almeida Reis, não dá pra entender uma pessoa que, supostamente toma banho e escova os dentes todo dia, sai de casa pra votar no PT.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *