23 de fevereiro de 2024
Colunistas Walter Navarro

A “Losa de HiLoshima”

Tem clima para comemorar este 15 de Novembro, depois daquele 30 de Outubro, com pinta de 1º de Abril?

Aliás, o Dia 15 de Novembro, é um dia vergonhoso, desde 1889.

Ele guarda uma das maiores injustiças da nossa História. O dia em que escorraçaram um patriota, um brasileiro de verdade, um estadista, na calada da madrugada, rumo ao exílio. D. Pedro II e sua família foram expulsos do Brasil, como ladrões!

Santa ironia, Batman! Hoje, no Brasil, tentam tirar outro patriota e estadista, chamando os verdadeiros ladrões de volta!

Os militares de 1889 eram bem diferentes dos de 1964. Veremos os de 2022…

Por enquanto, vejamos, em tempo recorde, no que já deu a possibilidade de trocar o Brasil por BLasil!

Como o Cebolinha, eu ia tlocar todos os Rs deste texto por L. Mas ia ficar chato para ler e escrever, como ficou chato o Brasil.

Chato não! Muito mais que isso. Repararam como, do dia para a noite, o Brasil ficou triste?

Pela primeira vez, o “vencedor” não comemorou, não fez festa. Os ratos encheram a Avenida Paulista no dia da F… consumada e só.

Repararam na Crônica da Morte Anunciada? Na Rosa de Hiroshima?

“A rosa hereditária. A rosa radioativa, estúpida, inválida. A rosa com cirrose. A anti-rosa atômica, sem cor, sem perfume, sem rosa, sem nada”.

Perceberam o caos no Horizonte? Quatro belos e difíceis anos jogados na lata de Lixo? Quatro não! Dois, devido ao vírus da pandemia.

E vejam que o vírus de verdade, o mais letal, está querendo voltar. No mínimo, por mais quatro anos. Ou 40? Pra combinar com Ali Babá?

Mesmo neste cenário catastrófico, a economia, de tão forte, ainda dá sinais de força, herança bendita. O Brasil ainda respira porque, na contramão do mundo, estava a caminho, na direção certa.

Com o abismo à frente, bolsa derretendo, dólar disparando. Dois pingos em relação ao tsunami de lama e bosta que nos ameaça.

Algumas manchetes recentes: “Gilmar Mendes manda liberar todo o dinheiro roubado por Lula”. “Gilmar Mendes manda soltar Sérgio Cabral”. “Alexandre de Moraes pede para Lula o controle das mídias”…

Sem falar em todos os monstros do pântano de volta ao crime e em frente às câmeras e flashes.

É revoltante rever a quadrilha ativa, operante. E atualizada com a nova papagaia de pirata, a tal de Canja, suplente da defunta Marisa da Avon. Como diz amigo meu, mulher que dá para o L tem raiva da própria buceta. A cena é de fazer Deus perder a fé!

E a violência? Volta a bandidagem caviar e em seguida a da mortadela. Revanche, vingança, sangue nos olhos, lama nos sapatos e faca entre os dentes. Faca, no caso, não é a do Adélio, é fuzil de contrabando.

E as andorinhas voltando com as boquinhas, cobranças e o toma lá da cá?

E a censura tomando Viagra, todo dia, toda noite…

E o número de brasileiros querendo sair do Brasil que aumentou 15 vezes? Incluindo aqueles que fizeram o L, os que fodem aqui e fogem pra lá…
Por que estes milionários não ficam? Porque já passaram a sacolinha e querem fugir deste comunismo genérico e brega que estão tentando trazer de volta.
A classe operária vai ao paraíso com P de picanha? Kkk. A almejada ditadura do proletariado virou sindicato de ladrões.

E como é desesperador ver a bandidagem nas manchetes compradas. Tão comprada que até o vocabulário mudou: “orçamento secreto” virou “emendas do relator”; “promiscuidade” voltou a ser “governabilidade” e por aí vai.

Que vergonha, por tanto desperdício!

Que vergonha ver o protagonista de volta ao picadeiro pelas mãos sujas. E dedos incautos, comparsas ou dementes que apertaram teclas viciadas.
E o vagabundo já está viajando como se me representasse, como se representasse o Brasil…

Abre o olho, L! Cuidado com o Egito e a Maldição de faraós e múmias! Aí, quem rouba sabonete e toalha de hotel é, no mínimo, enterrado vivo. Imagina tu, que profanas tumbas, cofres e urnas…

“A maldição, associada à descoberta da tumba do faraó Tutancâmon, é a mais famosa. Ela afirma que alguns membros da equipe de arqueólogos que desenterraram a múmia de Tutancâmon morreram de causas sobrenaturais. De fato, vários membros da equipe morreram alguns anos depois da descoberta, incluindo Lord Carnarvon, promotor das escavações. Historiadores dizem que Howard Carter encontrou na antecâmara um óstraco de argila com uma inscrição dizendo: ‘A morte vai atacar com seu tridente aqueles que perturbarem o repouso do faraó e fraudarem as eleições no Brasil’”.

PS: Em último caso, fica aqui minha maldição árabe favorita para o L…: “Que as pulgas de mil camelos infestem teu cu e que teus braços e nove dedos sejam curtos demais para coçá-lo”.

Walter Navarro

Jornalista, escritor, escreveu no Jornal O Tempo e já publicou dois livros.

Jornalista, escritor, escreveu no Jornal O Tempo e já publicou dois livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *