30 de maio de 2024
Vera Vaia

"É mentira, Terta?"

hqdefaultFoto: Arquivo Google

Uma pesquisa britânica publicada recentemente,  mostra como reage o cérebro de  um mentiroso contumaz. A pesquisa conclui que quanto mais se mente para obter vantagens, mais o cérebro se adapta a esse tipo de comportamento. E quanto mais atitudes desonestas praticadas, menos culpa a pessoa sente.
Isso talvez explique a cara de pau do Lula em entrevistas, negando o inegável.
Quando diz que o sítio em Atibaia, que tem até pedalinhos com os nomes dos netos, não lhe pertence, é uma mentira do tamanho de um bonde, que ele conta sem nenhum pudor.
Quando diz que o triplex do Guarujá, que ele reformou com a ajuda da sua “personal decorator” dona Marisa, não lhe pertence é uma mentira deslavada, que ele conta sem nenhum pudor.
Quando diz que nunca esteve envolvido no maior esquema de corrupção já visto nesse país, apesar das evidências e das acusações contidas em quase todas as delações premiadas, também é outra mentira que ele conta sem nenhum pudor.
E como se não bastasse, ele ainda tripudia sobre as mentiras contadas.
Tem um vídeo em que ele aparece falando de quando esteve em Paris para um debate.
Começa dizendo-lhe que sempre falava mal do Brasil por aí, “que era bonito viajar o mundo, falando mal do Brasil”, e que ia citando números que não estavam em nenhuma estatística, só para impressionar. “A gente ia citando números. Se o cara perguntasse a conta, a gente não sabia”.
“Uma vez, eu não esqueço, tava eu, o Roberto Marinho e o Jaime Lerner e eu disse que no Brasil tinha 25 milhões de crianças de rua e fui  aplaudido calorosamente pelos franceses. Quando  acabei de falar o Jaime Lerner falou assim pra mim: Ô Lula, não pode ter 25 milhões de crianças de rua, senão a gente não conseguia andar nas ruas”
Lula contou isso rindo, provando que a pesquisa estava certa, e provando que pudor não é mesmo seu forte.
E, no intento de parecer o homem mais honesto desse país, sai cuspindo fogo por aí, culpando o Juiz Sergio Moro, a imprensa, e os Procuradores do Ministério Público Federal, os quais ele chama de meninos (“não posso admitir que meia dúzia de meninos se sintam superiores a um homem que tem 71 anos de idade e 49 anos de política”), como se eles fossem os mentirosos.
E com veemência esbraveja “quem pensa que vai me derrubar com chantagens,  safadeza e mentiras, vai cair do cavalo”!
Dá para perceber, por essas e por muitas outras, que a mente dele já está  completamente adaptada às mentiras que conta. Ela só não sabe que a mente dos investigadores e dos juízes que conduzem seu caso, não está.
Então, seu Lula, seria bom começar a usar capacete, protetor de joelhos, coletes e demais equipamentos de segurança, quando for praticar hipismo!

Vera Vaia

Mãe de filha única, de quatro gatos e avó de uma lindeza. Professora de formação e jornalista de coração. Casada com jornalista, trabalhou em vários jornais de Jundiaí, cidade onde mora.

author
Mãe de filha única, de quatro gatos e avó de uma lindeza. Professora de formação e jornalista de coração. Casada com jornalista, trabalhou em vários jornais de Jundiaí, cidade onde mora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *