24 de abril de 2024
Editorial

Lula “caiu de Maduro”?

Foto: Google Imagens – Brasil de Fato

Será que a Venezuela vive num regime ditatorial? Será Maduro um ditador? Estas perguntas não querem calar, mas Lula diz que não! Diz que são narrativas!!!

A “guerra de narrativas” preconizada por Lula é uma mentira deslavada. Como então 7 milhões de pessoas fugiram de suas casas… de sua pátria. Só no Brasil, são cerca de 600mil refugiados venezuelanos. São todos malucos? Certamente não.

Imaginemos o que estas pessoas, poderiam pensar ouvindo a fala de Lula: “quer dizer que eu estou saindo do meu país porque caí numa narrativa falsa”?

Segundo Lula, Maduro não é um ditador. Ele é um companheiro cheio de virtudes. Os refugiados deveriam estar em seu país, com suas famílias. Então por que fugiram?

Numa cena dantesca, que poderia – e deveria – ser evitada, tivemos que ouvir Maduro falando sobre liberdade, sobre atender aos anseios do povo e sobre prosperidade, ou seja, tudo o que não há na Venezuela. Maduro é um problema dos venezuelanos.

Lula diz que “há um preconceito contra a Venezuela”. A Venezuela vive uma realidade triste que não pode ser ignorada por ninguém.

A gente precisa entender como um país, que possui uma das maiores reservas de petróleo do mundo, que teria tudo para ser um país em que seu povo vivesse bem, mantém seu povo vivendo mal, num país miserável.

Estamos falando de 7 milhões de pessoas que fugiram de um país que tem mais de 28 milhões de habitantes!!! Pessoas que largaram tudo para tentar a vida num outro país, sem nem conhecer a língua, porque lá, em seu país, se faz contrabando de tudo… até de comida. Ok, não podemos dizer que a Venezuela era um paraíso antes de Chávez e de Maduro, mas nenhum dos dois apareceu do nada.

Fico pensando nesses refugiados. O nosso presidente disse, realmente, que eles nem deveriam estar aqui no país, porque na realidade, eles são “vítimas de uma guerra de narrativas”, ou seja, quando esta narrativa for esclarecida, eles vão saber a bobagem que fizeram tentando sair do seu país natal. É pra rir?

A Venezuela tem, em seu currículo, 4 Golpes de Estado. O 5o golpe, tentado pelo Chávez não deu certo. Todo mundo sabe que a Venezuela tem problemas sérios. Os seus problemas têm um único responsável: o seu atual líder, Maduro! É um país onde opositores são presos e eleições são fraudadas, haja vista que, quando seus líderes – Hugo Chávez e Nicolás Maduro – perdiam a eleição, faziam referendos, que eram repetidom até que o resultado agradasse ao Palácio de Miraflores.

As manifestações lá são reprimidas com munição de verdade, assassinando assim, a própria população. Genocídio!!!

Em razão deste discurso, só há duas alternativas: ou se acredita no que Lula disse – o que seria preocupante – ou ele está mentindo – o que seria extremamente preocupante – depois de receber um ditador com honras de Chefe de Estado democrático.

O governo comete, mais uma vez, um erro grave. Claro que é normal que o país tenha e mantenha relações diplomáticas e comerciais com as nações vizinhas, mas conferir tratamento de pompa ao ditador venezuelano é, sem dúvida, o mesmo que concordar com as atrocidades cometidas pelo seu regime. É inaceitável que o Brasil, na condição de maior democracia e economia da América do Sul, receba Maduro com tamanha pompa.

A recepção do presidente da Venezuela por Lula é um golpe contra a democracia! A Venezuela não traz benefícios ao nosso país e ainda não pagou sua dívida. Qual então seria o interesse de recebê-lo com toda a pompa?

Lula ignorou o fato de que pesa contra Maduro uma investigação do Tribunal Penal Internacional sediado em Haia, que já recebeu cerca de nove mil denúncias de pessoas e entidades jurídicas contra o governo da Venezuela por violação dos direitos humanos.

Não satisfeito com a besteira que tinha feito – e dito – Lula disse que a coisa mais absurda do mundo é “o não reconhecimento de Maduro como presidente por aqueles que defendem a democracia”.

Eu gostaria de saber quais as narrativas de Maduro, a respeito do que ele acha das centenas de milhares de fugitivos que emigraram para o Brasil – milhões para outros países – fugindo da fome, da miséria e da opressão. Belas narrativas deve ter o aprendiz de Chávez.

Alguns líderes presentes na reunião da Unasul, inclusive alguns de esquerda – fora o da Argentina que quer o nosso dinheiro – condenaram a declaração de Lula, mostrando que ele está bem isolado no Cone sul. O jantar que seria oferecido por Lula (e Janja) foi cancelado por falta de quórum. Todos voltaram a seus países alegando “compromissos de última hora”… Estranho, né?

Precisa ficar bem claro a todos que Maduro é um golpe contra a democracia!!!

Lula segue fazendo o Brasil passar vergonha, seja falando da guerra na Ucrânia ou sobre “democracia venezuelana”.

Valter Bernat

Advogado, analista de TI e editor do site.

Advogado, analista de TI e editor do site.

1 Comentário

  • ilmar penna marinho junior 7 de junho de 2023

    Irretocável!!Excelente!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *