22 de julho de 2024
Colunistas Professor Taciano

IBGE aponta que o Brasil tem a segunda maior taxa de pobreza do G20 e casal Lula & Janja esbanja ostentação

O hipnotizador de serpentes, Lula, conforme apelido dado por Ciro nos debates presidências das eleições de 2022, sempre prometeu acabar com a fome no pais, e disse que não ia descansar enquanto o pobre não tivesse as três refeições do dia, mas prometer e não cumprir é um grande problema o mandatário petista.

“Eu quero que o pobre se exploda”

Quem não se lembra da picanha e da cervejinha para o pobre? Até hoje neguinho espera de boca aberta. Nem miojo com sabor artificial de picanha, o governo do Lulopetismo deu ao pobre.

Mas Lula me faz lembrar de um personagem de Chico Anísio chamado Justo Veríssimo que representava um deputado que dizia: “Eu quero que o pobre se exploda”.

Os dados não metem, mete quem faz mau uso deles

Para desmascarar de vez o líder petista, o portal R7 traz uma matéria onde o IBGE divulgou, nesta terça-feira, que o Brasil é o segundo país do G20 — grupo formado pelas 18 maiores economias do mundo mais a União Europeia e a União Africana — com o maior número de pessoas extremamente pobres.

Em 2022, de acordo com o órgão, 3,5% dos brasileiros viviam com menos de US$ 2,15 por dia, aproximadamente R$ 11. À frente do Brasil, está apenas a Índia, com uma taxa de 12,9%.

Segundo o levantamento, o top 10 de países do G20 com as maiores taxas de extrema pobreza também é composto por: Indonésia (2,5%), México (1,2%), Itália (0,8%), Argentina (0,6%), Turquia (0,4%), Reino Unido (0,2%), Estados Unidos (0,2%) e França (0,1%).

Os dados do IBGE são da publicação ‘Criando Sinergias entre a Agenda 2030 e o G20 – Caderno Desigualdades – primeiras análises’.

O documento traz estatísticas sobre sete indicadores globais dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que apresentam um retrato das desigualdades dentro dos países do G20 e entre eles, com a informação mais recente disponível para a maioria dos países.

As ODS analisadas pelo levantamento são pobreza, saúde, educação, gênero, crescimento econômico e trabalho decente, desigualdades e paz justiça e instituições eficazes.

Segundo o IBGE, “a desagregação de dados para os indicadores ODS é fundamental para a implementação da Agenda 2030 e seu princípio de ‘não deixar ninguém para trás’, pois permite captar a população em situação de vulnerabilidade e as desigualdades, para então combatê-las através de políticas públicas”.

Enquanto isso, o casal Janja e Lula, se esbalda em viagens com hospedagens nos hotéis mais caros do mundo, gastança com vestidos e sapatos de grifes caríssimas, ás custas do dinheiro do povo brasileiro, valores que ultrapassam dezenas de milhões de reais.

Professor Taciano Medrado

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade do Estado da Bahia (1987)-UNEB e graduação em bacharelado em administração de empresa - FACAPE pela FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS DE PETROLINA (1985). Pós-Graduado em PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL. Licenciatura em Matemática pela UNIVASF - Universidade Federal do São Francisco . Atualmente é proprietário e redator - chefe do blog o ProfessorTM

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *