28 de fevereiro de 2024
Colunistas Paulo Antonini

Enquanto você se preocupa com a girafa da Amazônia

Enquanto você está criticando por incêndio em terras alagadas do pantanal.

Foto: Google Imagens – Exame

Enquanto você cai na conversa de assassinato político em festa de aniversário divulgado apressadamente pela mídia esquerdista, sem, se quer, esperar o parecer da polícia, aliás, prática comum dos isentões.

Enquanto você aplaude 7 bi para artistas duvidosos encherem os bolsos com o seu, o meu, o nosso dinheiro e, chama de eleitoreiro um auxílio emergencial pra quem, de fato, precisa.

Enquanto nossa economia é destaque no mundo todo, onde, temos uma das moedas mais valorizadas do planeta. No momento em que o desemprego vai caindo a níveis anteriores à pandemia e guerra, mas, você desacredita de números reais para se fiar no noticiário de quem está saudoso de meter a mão grande no brasileiro.

Enquanto você não percebe a revolução de gestão que passa o Brasil, sendo, hoje, o sétimo país mais digitalizado do planeta. Revolucionando do mar, ao ar, daí, a terra, com uma pujante infraestrutura que nos levará a ser uma, maior ainda, potência econômica.

Enquanto você chuta o pau da barraca, ignorando que Bolsonaro é o maior e mais admirado líder político da atualidade e, que é a última barreira contra o comunismo que bate à sua porta como batia o frio na nostálgica propaganda do Ponto Frio, ao contrário desta, você está disposta a deixar o “frio” entrar.

Enquanto você idealiza um Presidente de punhos babados de renda, gravata de seda e abotoaduras de ouro, falando manso, a despeito de, receber chumbo grosso diariamente e covardemente.

Enquanto isso, o crime, mais organizado que nunca, está comendo teu cérebro e te engatando uma espada, bem no centro do seu orifício furicular.

Por vocês, que vivem no mundo maravilhoso de Bob, estamos na eminência de enfrentarmos uma guerra civil, numa proporção que nunca em nossa história passamos.

Você que vive no dourado das praias e na “branca” das nigths, quando a jurupoca assoviar, zunindo o teu ouvido e vc se borrar todo, lembre de chamar o Alfredo para te trazer o macio e absorvente, além de perfumado, Neve.

Nesse momento, você vai se dar conta que não são de palavras bonitas ou de discursos de pombas brancas voando no céu, enquanto você abraça uma árvore que irá te salvar.

A Europa está entrando em convulsão, Holanda, Alemanha, as demais, com a chegada do “Ponto Frio”, vão seguir o caminho.

A Europa vai falir. Siri Lanka, quebrou.

A Argentina está dançando tango sem seus famosos sapatos, sequer, um bandoleón pra marcar o ritmo.

O Chile, se arrependeu da caca que fez, mas agora, Inês é morta.

Chegou a horinha, irmão, de você avaliar o quanto a tua viadagem vai te fazer gritar de horror.

Vocês não fazem a menor ideia do que seja viver num país comandado pelo crime, sem liberdade e sem seus pertences, sem comida e sem energia.

Sai da tela do plin plin e vem pra verdadeira selva, onde, só os fortes irão sobreviver.

Se não sabem chegar, peçam carona.

Paulo Antonini

Paisagista bailarino e amante da natureza. Carioca da gema, botafoguense antes do Big Bang.

Paisagista bailarino e amante da natureza. Carioca da gema, botafoguense antes do Big Bang.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *