18 de abril de 2024
Saúde

Síndrome do coração partido

Considerada um problema raro que provoca sintomas semelhantes aos de um infarto, como dor no peito, falta de ar ou cansaço, e que surge em períodos de grande estresse emocional, a síndrome do coração partido, também chamada de cardiomiopatia do estresse ou Síndrome de Takotsubo é uma doença de origem psicológica.

A principal causa para o desenvolvimento dessa condição é, sem dúvida, alguma situação que cause grande estresse emocional, fazendo com que esse sentimento se reflita no órgão cardíaco.

Isso acontece por causa da liberação de substâncias, como hormônios, dentre eles a adrenalina, a partir do gatilho causador de estresse. Quando liberada em grandes quantidades, ela pode causar alterações na irrigação sanguínea do coração e fazer com que o músculo se contraia de maneira inadequada.

Alguns possíveis gatilhos para o desenvolvimento do problema são:

– Problemas financeiros;
– Diagnósticos difíceis na área da saúde;
– Problemas na família;
– Morte de um ente querido;
– Problemas amorosos, entre outros.

Como todo problema de saúde, a síndrome do coração partido tem os seus sinais, que, de modo geral, são bem parecidos com os observados em uma situação de infarto agudo do miocárdio. Os mais comuns são:

– Dor súbita no peito;
– Dificuldade para respirar;
– Desmaios;
– Vômitos;
– Tonturas;
– Cansaço, entre outros.

Na presença de sintomas como esses, é fundamental que o paciente busque ajuda médica imediata, afinal, apenas profissionais da saúde poderão avaliar a gravidade do quadro e orientá-lo adequadamente.

A síndrome é um problema transitório, ou seja, é normal que o músculo cardíaco volte ao seu estado original após um certo tempo. Até lá, poderá ser necessário tomar remédios para diminuir o estresse na musculatura do coração para permitir que ele relaxe e que o sangue consiga passar com mais tranquilidade. Medicações para dor e para as causas emocionais também fazem parte do tratamento.

Em alguns casos é preciso que a pessoa seja hospitalizada para monitoração frequente. Isso é mais comum entre aqueles que já têm algum tipo de problema cardíaco ou que estejam sofrendo com outras questões, inclusive de origem psicológica.

A síndrome do coração partido é um problema real e cuidar bem da saúde cardíaca é uma necessidade, pois, grandes decepções, estresse constante e pressões da vida moderna podem, sim, afetá-la de maneira negativa.

Prevenção:

A realização de exercícios físicos, especialmente em grupo, é a melhor medida preventiva, pois atividades associadas à sociabilização proporcionam momentos de descontração e psicologicamente positivos. Atividade física é sempre adequada e necessária para todos como prevenção às doenças cardiovasculares em geral e, para aqueles que estejam submetidos a estresse emocional, é ainda mais importante.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em abril de 2023

Fontes:

Hospital do Coração – Associação Beneficente Síria
Hospital Israelita Albert Einstein
Hospital Santa Lúcia – DF
Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *