13 de junho de 2024
Saúde

Labirintite

A labirintite é um distúrbio do ouvido interno que causa a inflamação do labirinto – região interna do ouvido ligada à audição, noção de equilíbrio e percepção de posição do corpo.

Doenças do labirinto podem ser causadas por infecção viral ou bacteriana, e podem comprometer tanto o equilíbrio quanto a audição.

A doença costuma aparecer depois dos 40 anos e alguns fatores podem desencadeá-la, como, idade, diminuição ou excesso de açúcar no sangue (hipoglicemia ou diabetes), pressão alta (hipertensão), infecções do ouvido, uso de álcool, fumo, café, certos medicamentos, estresse e ansiedade.

Sintomas:

O principal sintoma são tonturas e vertigens. Na vertigem, a sensação é que o ambiente gira ao redor do corpo, ou que o corpo roda em relação ao ambiente. Na tontura, a sensação é de desequilíbrio, instabilidade, de pisar no vazio, de queda.

A vertigem pode ser associada ou não a:

– Náuseas;
– Vômitos;
– Suor excessivo;
– Alterações gastrointestinais;
– Perda ou diminuição da audição;
– Zumbido.

Tratamento:

Há vários tipos de medicamentos que podem ser usados no tratamento da labirintite, mas só o médico otorrinolaringologista pode receitá-los, após avaliação do paciente. Descoberta a causa do problema e com o tratamento adequado, a doença pode desaparecer.

Prevenção:

Mudanças no estilo de vida são fundamentais para prevenir as crises de labirintite. Eis algumas sugestões:

– Evitar ingerir álcool. Se beber, faça-o com muita moderação;
– Não fumar;
– Controlar os níveis de colesterol, triglicérides e a glicemia;
– Optar por uma dieta saudável que ajude a manter o peso adequado e equilibrado;
– Não deixar grandes intervalos entre uma refeição e outra;
– Praticar atividade física;
– Ingerir bastante líquido;
– Não consumir bebidas gaseificadas que contêm quinino (como água tônica);
– Procurar administrar, da melhor forma possível, as crises de ansiedade e o estresse.

Obs.: Não dirigir durante as crises ou sob o efeito de remédios para tratamento da labirintite.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em setembro de 2022.

Fontes:

Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional (ABRAFIN)
Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco
Dr. Dráuzio Varella
Hospital Alemão Oswaldo Cruz

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Rinite

Saúde

Impinge

Saúde

Escarlatina