13 de junho de 2024
Saúde

Impinge

Impinge é o nome popular dado a alguns tipos de problemas de pele provocados por fungos. Trata-se de uma micose que se desenvolve em áreas de pele úmida e pode ocorrer em qualquer local do corpo como mãos, pés, corpo, face, virilha e couro cabeludo (este tipo é mais comum em crianças).

Os fungos existem na natureza e são encontrados em todos os ambientes. Não nos causam mal porque, apesar de estarem em contato com a nossa pele o tempo todo, vivem na camada formada por células mortas e nosso organismo entra em equilíbrio com eles.

Porém, fatores como o sistema de defesa enfraquecido (pessoas com baixa imunidade), hábitos de higiene inadequados, consumo excessivo de açúcar ou alergias podem ser um gatilho para o aparecimento de micose, especialmente quando há calor e umidade que deixam a pele mais fina e mais frágil, facilitando a penetração do fungo e formando as condições ideais para seu desenvolvimento.

Sintomas:

Lesões avermelhadas que podem descamar levemente e, às vezes, provocar coceira. Também podem aparecer lesões em forma de anel, que vão se espalhando do centro para a beirada. Quando ocorre no couro cabeludo, pode causar queda dos cabelos, como se tivessem sido cortados rente, com descamação no local.

Transmissão:

A transmissão dos fungos é feita por contato direto com a pele. Esse contato por ser ao andar descalço em locais úmidos e quentes, como o chão de vestiários, ao usar toalhas ou roupas de pessoas contaminadas, por contato de pele com pele, como nos casos de esportes de luta, ou por contato direito com o pelo de animais infectados.

Tratamento:

Para áreas do corpo com poucas lesões são utilizados medicamentos em creme ou pomadas, durante alguns dias ou semanas, dependendo do local acometido. Em lesões maiores ou quando o couro cabeludo e os cabelos são afetados, há necessidade de tomar remédios orais ou usá-los junto com o tratamento passado na pele.

Prevenção:

– manter a pele sempre limpa. Lavar as mãos frequentemente e tomar banho logo após atividade física ou prática de esportes em que haja contato físico com outras pessoas;
– não usar roupas grossas por longos períodos em locais de clima quente e úmido. Evitar transpiração excessiva. Manter sempre pés e virilhas secas;
– evitar contato com animais com doenças de pele;
– não compartilhar itens pessoais como roupas, toalhas, escovas de cabelo, equipamentos esportivos ou outros itens;
– não andar descalço em vestiários ou piscinas públicas.

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Fontes:

Dr. Pedro Pinheiro (MD Saúde)
Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais
Sociedade Brasileira de Dermatologia

O Boletim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Rinite

Saúde

Escarlatina

Saúde

Labirintite