Rosa & Azul

A fala da nova ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, sobre a cor da roupa de meninos e meninas: “uma nova era começou, menino veste azul e menina veste rosa”.
Ô dona Ministra, fica calada! Olha aí: “Rosa & Azul”, quadro do Renoir. São duas meninas.
Tenha traquejo, a senhora não está na sua casa. Mantenha a classe e o Bolsonaro é o presidente eleito. A senhora foi escolhida, mas se fosse na minha empresa, seria demitida na hora: a situação não é pra brincadeira. Sem”dancinha”! A cor é pessoal e intransferível como a opção sexual. Vá trabalhar!
Nosso amigo e ex-colunista Fabio Malerba comentou: “Baita drama por causa da declaração da ministra-maluquinha. Claro que completamente fora de hora, de contexto. Coisa de gente sem preparo (já foi assessora do Magno Malta, logo imagine…).
Por outro lado, em resumo:
Você já viu alguém reclamar do “Outubro Rosa” ou do “Novembro Azul”?
Não.
Nem eu.
Isso porque é a coisa mais normal do mundo ter uma menina e pintar o quarto dela de rosa. É absolutamente normal dar um pijaminha azul para um menininho recém-nascido.
Quando o pirralho ou a pirralha crescer pode exercer todas as suas vontades (ou escolhas, ou necessidades, sejam psicológicas, fisiológicas e/ou sociais), mas nada mudou no planeta Terra: nasceu com pinto, é menino. Nasceu com pepeca, é menina. Exceções são raras, e tratadas adequadamente em todos os países desenvolvidos”.
De um lado a esquerda caiu matando, mas é exatamente isso: desnecessário! Ser ministro exige inteligência “política” para não desviar o foco. Moro, Bolsonaro, o general Mourão sabem disso. Em boca fechada não entra mosquito 😘🤗

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *