18 de abril de 2024
Colunistas Junia Turra

A lei brasileira não tem o aborto legalizado mas contempla as exceções

Feto acéfalo, risco de vida da mãe, gravidez por estupro…

O Estado tem que garantir a “prevenção”, a começar pela proteção das crianças e adolescentes. Hoje o Brasil é o campeão em gravidez infanto-juvenil em uso e vício em drogas lícitas e ilícitas nesta faixa etária e em depressão e suicídio infanto-juvenil.

A proteção a criança e a mulher precisam ser feitas.

O feminismo mudou muita coisa SIM.

Garantiu o direito à guarda dos filhos. A Turquia, largou na frente quanto ao voto feminino e o direito da mulher ser gente, e não coisa após a separação. Não foi os USA. Assim como é Santos Dumont o pai da aviação.

Cuidado com a manipulação política do feminismo.

Foque no foco. O ser humano é um só.

Lembrando que, acima de tudo, o ser humano tem o direito a liberdade de agir como quiser, mas há consequências do mal e do bem que se faz.

Acima da lei humana, ninguém foge de si mesmo.

PS. Igreja Católica, sim. Se não gostou, não goste. Termina aí.

Somos um povo multicultural. Ponto.

Assista ao vídeo: https://fb.watch/nhKsuwALhq/

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *