Quando eu tiver 74


Quero ter tempo para ter tempo.
Para abraçar aquele livro que me espera na estante,
(Como uma namorada que aguarda um beijo)
Para andar de japona e chapéu Panamá no Inverno
E chinelas de vô.
Para ver todos os jogos de todas as divisões na televisão!
Para consertar aquela televisão de tubo, e a resistência do chuveiro e pintar a cerca
Para ouvir de novo todos os discos dos Beatles
Na ordem. Na ordem!
E escutar o canto do melro no quintal.
Quando eu tiver 74,
Quero ter tempo para ter tempo.
Para reler de novo todos os Tolkiens e Kings e Pessoas e Rosas e Lewis e Agathas e Florbelas
Para fazer bolo de chocolate de caixinha
Assar pão e moer café
Para olhar as crianças, e os bichos e as flores e os beija-flores e o sol e o frio
Quentando uma caneca nas mãos.
Quando eu tiver 74
Quero ter tempo para ter tempo
Para rever todos os filmes de Clint Eastwood e Ian McKellen
Para curar minha tendinite
E para beijar como se vinte tivesse
Para comemorar os melhores Valentine’s Day!
Quando eu tiver 74
Eu só quero ter tempo para ter tempo…
(Créditos da imagem: Eduardo Serrano)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *