3 de março de 2024
Colunistas Joseph Agamol

O mercado que frequento tem cerca de 1,6km de extensão

Imagem: Google Imagens – Zona Sul (meramente ilustrativa)

O setor de açúcares, farináceos e congêneres fica ao final da área, inversamente distante das filas dos caixas.

O setor de laticínios, iogurtes, margarinas e congêneres fica, também, ao final da área total do mercado, mas diametralmente oposto ao setor de açúcares, farináceos e congêneres, também na outra ponta dos guichês dos caixas.

A pilha formada pelos pacotes de açúcares continha cerca de 357 exemplares.

As geladeiras que acondicionam as margarinas continham aproximadamente 429 potinhos, de variadas marcas.

Percorri o caminho até os caixas, sobraçando – não peguei carrinho – um pacote de açúcar, um potinho de margarina, três chocolates Lindt – ‘tavam na promoção – quatro mangas Haden – a melhor, viu? – e uma garrafa de 2 litros E MEIO de Coca Zero – parecia um orangotango usando suas quatro mãos.

Cheguei ao caixa e a mocinha arrulha, candidamente:

– o saco de açúcar está furado, moço.

Percorro, resignado, o caminho até as pilhas de açúcar. Volto ao caixa, cerca de dez minutos depois. A caixa pega a margarina e ronrona:

– moço, a validade da margarina vai até amanhã…

Eu coaxo um “obrigado” e volto dez casinhas.

É só isso o texto.

Croac.

Joseph Agamol

Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *