26 de fevereiro de 2024
Colunistas Joseph Agamol

Clint Eastwood nunca recebeu um Oscar como melhor ator

Foto: Terry O’Neill)

Repito.
Clint Eastwood nunca foi premiado pela Academia como melhor ator.

Clint, que poderia facilmente ter vencido por Os Imperdoáveis, Menina de Ouro, Gran Torino ou As Pontes de Madison.
John Wayne, dono de uma carreira extensa e recheada de ótimos desempenhos, só ganhou uma vez.
Uma.
Adam Sandler esteve cotado para levar a estatueta esse ano, por “Joias Brutas”.
Esteve.
Seria uma surpresa para mim se ele fosse o escolhido, porque sequer foi indicado.
O que todos eles tem em comum, além de serem excelentes atores?
São conservadores.
Apoiadores, mais ou menos declarados, do Partido Conservador americano.
Direita, enfim.
Claro que é um esquema altamente simplificado sobre como funcionam as indicações e premiações da Academia.
Mas alguém duvida que lá, como aqui, estar ao lado do Stablishment, da Nomenklatura, da Intelligentsia da Esquerda, pavimenta a estrada para o Oscar?
Aplaina o caminho?
E que discursos lacratórios muitas vezes valem mais do que o talento em estado puro?
Da até vertigem pensar.

Joseph Agamol

Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *