3 de julho de 2022
Colunistas Joseph Agamol

A garota que amava a chuva

Foto: Valeriya Tikhonova

Ela olhou para o céu carregado. Chuva. Entrando pelos seus olhos. Ela gostava da chuva. Fazia frio e ela se encolheu mais dentro da jaqueta jeans, das meias, das botas.

Pisou o caminho de cascalho tão conhecido, seus passos ecoando em meio ao pequeno bosque que a cercava. A chuva caiu como uma bênção sobre seus cabelos. Sobre sua alma.

Ela quase cedeu à tentação de ficar triste, ao pensar em tudo que a envolvia. Quase. A chuva, o céu cinza e o sol de outono espreitando por entre as nuvens a fizeram lembrar que havia o que comemorar, afinal.

Havia algo. Havia ALGUÉM.

Que sempre atravessaria nuvens, chuva e lama para apenas estar com ela, em qualquer lugar em que ela estivesse. Ainda que esse lugar fosse dentro de si.

Principalmente dentro de si.

E essa sensação seria para sempre como estar em casa.

Sorriu e bebeu a chuva como quem bebe champanhe.

author
Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.