23 de abril de 2024
Claudio Humberto Colunistas

Governo busca ‘saída honrosa’ para Anielle, que deve cair

Lula e a ministra Anielle Franco (Igualdade Racial)

Ao indicar Anielle Franco candidata a vice do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), a primeira-dama Janja parece cumprir tarefa na jogada de Lula (PT) para se livrar da ministra da Igualdade Racial. “Já deu”, tem dito ele, segundo fontes do Planalto. Anielle foi nomeada por ser irmã de Marielle, cujo assassinato era útil ao PT et caterva para atribuir o crime à “direita”, mas, para a Polícia Federal de Lula, o mandante foi Domingos Brazão, aliado do PT no Rio.

Ops, disfarça

Se a presença de Anielle fazia lembrar a “causa” de apontar o dedo para Bolsonaro, por exemplo, ela virou “problema” após o desfecho do caso.

Entregando pouco

Além de Anielle se ter transformado em “problema” para o governo, Lula acha que ela entrega muito pouco. Nem a recebe para despachos.

Melhor esquecer

Para Lula e parte do PT, Anielle no governo faz lembrar que todos usaram e abusaram do caso Marielle e mentiram muito sobre sua morte.

Não cola mais

A pergunta “quem matou Marielle?”, insinuando a culpa de bolsonaristas, já não é feita sem ser ridicularizada em qualquer boteco carioca.

Fonte: Diário do Poder

Claudio Humberto

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

Cláudio Humberto Rosa e Silva é um jornalista brasileiro, colunista e editor-chefe do Diário do Poder. Sua coluna é reproduzida em jornais de todo o Brasil.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *