21 de maio de 2022
Colunistas Marco Angeli

Jogo marcado

Carmem Lúcia manda soltar todos os presos em segunda instância

Fosse por overdose de santos, este país certamente seria um paraíso.

Na terça passada, 19, a santa de plantão no STF, Carmem Lúcia,mandou soltar todos os meliantes presos após condenação em segunda instância.

Ela obedece o novo entendimento de seus pares do STF, promovendo a impunidade seletiva que tanto apoiam.

Objetivo conquistado -a libertação sem tornozeleira do carniça- agora é só continuar o joguinho ‘legalista’.

Que é obedecer e aplicar a decisão marota dos 11 de preto, ela inclusive, como se o país realmente tivesse um sistema de leis justo, igualando todos os cidadãos.

Não é o caso, mas há que se jogar o jogo.

Mesmo marcado.

Singelamente, a santa magistrada declarou que soltar bandido não é sua posição pessoal, já que votou a favor da prisão em segunda instância.

Mas fazer o que?

Confortavelmente, tem que seguir a decisão da instituição que representa.

A decisão -verdadeiro golpe jurídico- foi enviada hoje ao TRF-4.

Enquanto isso, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou o envio da PEC 199/19 -que volta a prisão em segunda instância- para a comissão especial da casa.

Entre uma lagosta e outra, o imbróglio continua.

Deputados votantes, apreensivos com a pressão popular -leia-se votos futuros- enrolam.

Os 11 divinos nem isso fazem.

Não precisam de votos de ninguém, nem respondem a ninguém pelos seus atos.

Carmencita faz parte desse Olimpo autoritário.

E é cheia de boas intenções, como se nota.

Mas, como dizia minha sábia avó: ‘de boas intenções o inferno tá cheio.’

Fonte: http://www.marcoangeli.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.