Só pra esclarecer… clarear as ideias

Sem make Up da L’Oréal e de roupa suja.

OMO o branco total radiante? Esquece, roupa encardida. OMO não pode mais clarear, branquear nada. C’est fini !

A Bombril tirou do mercado a “crespinha” por pressão de quem? Dos que dizem que feminismo é de esquerda ou pelas feminazi que acham que são feministas?

Vão prender também as pessoas que alisam o cabelo ruim? Cabelo ruim é ruim.

O meu é indomável. Fino e muito cabelo.

Se eu cortar acima do ombro tenho que radicalizar no corte “Joãozinho” (ainda pode chamar o corte de Joãozinho ou é “corte bi-trans da casa do chapéu”?).
Do contrário, o cabelo cria vida própria, parece uma girassol arrependido. Tipo aquela moldura de sol desenhado por criancinhas de jardim de infância.
Pena que pra isso não aparece um pra dizer:  lindooo!

Logo o meu cabelo é ruim.

Meu cabelo é ruim, mas não é crespo.

E eu sou de que cor? Clara. Transparente. Branquela com sardas, ou seja, branca e marrom.

Pode isso? Ou não é permitido?

Preto no branco!

Da próxima vez que eu for ao Brasil quem será preso… talvez a minha amiga faxineira que diz assim: “minha nega” vem tomar café aqui em casa. Tem pão quentinho e passo um café na hora pra você!”

Lá no salão no “baixo Augusta” a turma manda recado: “Neguinha, saudades de você. Vai cortar a gafurinha quando?” . E tirar essa cor ferrugem do cabelo?

Mas sem L’Oreal, pode ser?

A L’Oréal segundo mídia globalista de esquerda vai eliminar palavras como branqueador, clareador.

E o make up? Quero um batom um tom mais claro. Uma base um pouco mais escura.

Cisco, minha amiga da Namíbia não poderá mais dizer: “quero a base da cor da minha pele. Essa é clara demais “.

Será que vão encrespar com  o nome e prender os pais dela?

– “Cisco” ????

Tem que chamar “olho inteiro”.

Ah, que vontade que dá de mandar essa gente tomar no olho…

Seremos multados, presos?

E as tintas, as telas, como pintar?

Vamos escurecer a natureza, banir as espécies claras? Vamos matar os gatos brancos? As gaivotas? O Urso polar…

Filho, volte pra casa antes de escurecer.

Acenda a lanterna, que breu!

A situação está preta para o meu lado!

Doutor, de repente ficou tudo escuro. Desmaiei!

A lua clareou o meu caminho.

Posso dormir com vocês? Tenho medo de escuro.

AH, A LUZ!


Apague a luz. Para refletir. Para iluminar-se por dentro.

Abra os olhos para ver a luz. Acenda a luz para enxergar melhor.

É isso… Quantos não enxergam e precisam de uma luz.

A luz mostra cantos, contornos, contrastes. A meia-luz, a sombra. Variações de beleza e inspiração.

A luz dá dimensão e perspectiva. Amplia, garante nuances.

Só a luz escancara a escuridão. Os cantos escuros, o que está escondido, o que tentam camuflar…

Tentam nos impor caminhos obscuros.

A imposição do escuro não está na cor.. Black Lives Don’t Matter. No Lives Matter to them…

É preciso deixar isso bem claro!

Querem impor o mal. A escravidão, o isolamento, o medo, acabar com os sentimentos claros de amor e bem querer.

Querem nos apagar em tons de cinza ou bege? Nem isso… Não, não haverá sequer “Flicts”…

Tempos sombrios.

Quem sabe seja a hora de mergulhar na nossa própria escuridão.

Muitos não dão contam disso. É preciso tentar. Enquanto há tempo.

Os poderosos que manipulam as cores odeiam aqueles que brilham.

A luz incomoda, A luz atrapalha.

Não deixe a chama apagar.

“Eu sou a Luz, a verdade e a Vida!”.

https://www.facebook.com/juniaturra/videos/10158821939779560/

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *