23 de maio de 2022
Editorial

O engodo do PT

A Presidente Nacional do PT, Senadora Gleisi Hoffmann, mostra o registro da candidatura de Lula no TSE
Ailton de Freitas / Agência O Globo

Considerando a cena patética da apresentação do candidato do PT à Presidência da República, com direito a risinhos irônicos dos representantes do partido, é fundamental que aqueles que estão preocupados com o futuro do país evitem não apenas eleger um novo presidente da República daquele partido, mas não contribuir para que os “chicaneiros” presentes ao citado evento sejam reeleitos/eleitos nos Legislativos estaduais/federal.
Somente neste país um preso condenado é candidato ao mais alto cargo público. É muita desfaçatez e cara de pau do PT entrar com pedido de candidatura de Lula. Duvido que o TSE apoie essa aberração. Caso isso aconteça, só nos resta o aeroporto internacional, pois todas as instituições estarão desacreditadas e, aí, adeus ao estado de direito.
Todo mundo já sabe que o ex-prefeito de SP Fernando Haddad é o candidato do PT à Presidência da República, escolhido por Lula, que, preso e ficha suja, não poderá participar do pleito. No entanto ele prefere continuar mentindo e apoiando a farsa. Seria melhor para o PT que Haddad fosse honesto e sincero com os eleitores. Já começa mal a sua campanha, pois poderia estar participando dos debates e viajando pelo país pedindo votos.
Lula está dando um baile na corrida presidencial. Ninguém fala de outra coisa, todas as manchetes dos jornais só falam de sua candidatura. Um país que não é capaz de estabelecer claramente que uma pessoa julgada, condenada e presa não pode participar da vida pública deveria voltar a ser colônia. O Brasil precisa acabar com esse circo e virar essa página ridícula de sua patética história.
As peripécias de Lula para tentar manter o registro de sua candidatura podem atender à estratégia do PT. Mais do que confundirem o eleitor, temo que venham a confundir o Judiciário, principalmente o STF, onde ninguém se entende. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, está diariamente com Lula e a PF insiste em dizer que apenas seus advogados o visitam… ora, querem enganar a quem?
O PT é o único partido que tem 2 vices: Haddad, o “oficial” e a vice do vice, Manuela D’Ávila… óbvio que a aliança foi feita para que a chapa seja Haddad/Manuela… só não vê quem não quer.
Na minha visão, o TSE nem deveria ter aceito o registro da candidatura de Lula. A Lei é clara: candidato condenado por um colegiado (no caso dele, o TRF-4) está inelegível pelos 8 anos seguintes ao cumprimento de sua pena, no caso dele 12 anos e 1 mês… isso apenas pelo Tríplex do Guarujá…

author
Advogado, analista de sistemas e editor do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.