20 de julho de 2024
Colunistas Ricardo Noblat

Na eleição mais feminina do Brasil, o embate entre Raquel e Marília

Duas pesquisas, amanhã, apontarão qual delas largou na frente.

A mais feminina eleição do Brasil será retomada hoje com a volta à cena de Raquel Lyra (PSDB), ex-prefeita de Caruaru, candidata ao governo de Pernambuco e segunda colocada no primeiro turno.

Sua vice é Priscila Krause (Cidadania). A primeira colocada foi Marília Arraes (Solidariedade), neta do ex-governador Miguel Arraes. Teresa Leitão (PT), deputada, elegeu-se senadora.

No domingo do primeiro turno, Raquel preparava-se em casa para ir votar quando um infarte fulminante matou seu marido. Ela guardou luto por sete dias. Priscila ficou cuidando da campanha.

Na sua ausência, os bolsonaristas declararam apoio a ela, bem como outros candidatos de direita que disputaram a eleição. Todos os partidos de esquerda deram apoio a Marília.

Raquel foi aconselhada por amigos e parentes a anunciar seu voto em Lula, que em Pernambuco teve 65% dos votos contra 29% de Bolsonaro. João Lyra, pai de Raquel, pediu a Lula que a apoiasse.

Mas Lula não tem como. Seu acordo é com o PSB que governa Pernambuco há 16 anos. Como o candidato do PSB perdeu e o partido apoiará Marília, é com ela que Lula irá.

Apesar dos conselhos que ouviu, Raquel, que no primeiro turno votou em Simone Tebet (MDB), não dará apoio nem a Lula nem a Bolsonaro. Ela quer “pernambucanizar” a campanha.

Marília quer o contrário: nacionalizar. Amanhã, pesquisas Ipec e Ipespe dirão quem saiu à frente – se Raquel ou Marília. Pernambuco, pela primeira vez, será governado por uma mulher.

Pela primeira vez também, uma mulher se elegeu senadora por Pernambuco. Sinal de novos tempos? É cedo para dizer. Apenas uma mulher se elegeu deputada federal – a irmã de Marília.

Fonte: Blog do Noblat

Ricardo Noblat

Jornalista, atualmente colunista de O Globo e do Estadão.

Jornalista, atualmente colunista de O Globo e do Estadão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *