3 de março de 2024
Colunistas Junia Turra

Quer carona?

Aparelharam a coisa faz tempo num esquema de castas. E a mamata, a roubalheira, o distanciamento entre a cidadania, o bem comum e o enriquecimento e o privilégio dos empregados do povo e seus asseclas foi tomando forma.

Só “desaparelham” os que querem tirar da reta.

O “esquema helicóptero”, por exemplo…

Até hoje não acharam o corpo do Ulisses Guimarães. Mas pode ser também um bimotor, aos moldes do general Castelo Branco. Ou em 4 rodas, à la Juscelino Kubitschek… Ou de joelhos na execução sumária, no estilo Celso Daniel.

PC Farias foi no motel com a amante. Despachado ali no leito de morte o “homem de confiança do Collor”, que recebia ordens do tal Roberto Jefferson.

Marina Silva chamou a nave, mas dispensou o voo que despachou Campos. É muito provável que fosse ele o presidente eleito e não Aecim do Pó ou Dilma, ainda que nenhum dos três valessem alguma coisa. Mas eis que Dilma virou presidente. Digo, presidenta Dilma, ou seria presidentis Dilmes?

Ah… Mas tem a margem de erro.

Bolsonaro não “helicopterou”.

Pois é…

A facada no candidato Jair Bolsonaro, ali na cara do gol que até hoje ninguém sabe, ninguém viu.

Ah, mas tem os entendidos. Dizem que foram os reptilianos. Mas os de duas pernas que estão entre nós? Não seriam cobra criada? Tem cobra mamífero?

Esse tais mistérios e a turma muda o rumo da prosa.

Junia Turra

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Jornalista internacional, diretora de TV, atualmente atuando no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *