A globalização do bem

Amigos, o jazz americano nasceu no sul daquele país e os negros foram os que o criaram.

Pois bem, li há muito tempo que o motivo foi a Guerra da Secessão em que os sulistas perderam e muitas casas foram destruídas ou abandonadas.

Então, os antigos escravos entraram nessas casas, viram um piano aqui, uma trombeta ali, um saxofone acolá e começaram a tocar os instrumentos.

Gênio é gênio, né?

Os caras sem instrução alguma, trabalhando na lavoura, tiveram a sofisticação de serem músicos de primeira grandeza, principalmente no estado da Louisiana, mais precisamente em New Orleans.

E do jazz nasceu o rock, como também a bossa-nova que é a mistura do jazz com o samba-canção.

Os músicos brancos também foram influenciados pelo ritmo e o tocaram de uma maneira mais lenta, mas bonita também.

Longe de mim querer fazer pouco da música europeia, não seria cretina, mas a beleza da americana e da brasileira valorizada no mundo inteiro, menos no Brasil, é devida à miscigenação. Um viva para a raça humana.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *