A volta aos livros… será?


Amigos, o maridão sempre foi um homem cultíssimo. Formado em Português-Literatura, ele se destacou na faculdade. No entanto, apesar de ter brilhado, ele deveria ter cursado História, a sua grande paixão.
Uma enciclopédia ao ponto de mencionar datas, detalhes, tudo que se possa imaginar. Quando viemos morar em Guarapari, fomos obrigados a vender mais de 500 livros. Ele sabia que era preciso, mas não se conformou. Acabou comprando um monte deles depois.
Pois bem, um leitor voraz e eu devo a ele o pouco conhecimento que eu tenho de História. Ele não me dava aula, ele simplesmente me hipnotizava com o seu papo maravilhoso.
No período em que esteve internado, as enfermeiras davam banho nele na cama. Ele um dia contou para as meninas a origem dos banhos turcos. Ficamos eu e as duas garotas embevecidas.
Pois bem, ele nunca leu um livro só, sempre foram três de uma tacada. Assuntos distintos. Ele pegava os três livros, lia um, depois outro e no final mais um. Era essa a sua rotina.
Em março deste ano tudo isso mudou. Já não lia mais nenhum livro e ficou assim até a semana passada. Os jornais ele lê diariamente, aliás devora, mas perdeu o interesse por livros.
Fizemos de tudo para incentivá-lo nesse período, mas ele nada, até que a filhota comprou para ela cinco livros. Um deles é “Propósito – A coragem de ser quem somos” de Sri Prem Baba. E ele está lendo e já chegou na metade do livro.
Vocês não podem avaliar a felicidade que sentimos ao vê-lo sentadinho lá na sala lendo esse livro e falando sobre ele. É um presente de Deus. Uma coisa tola para um monte de gente, mas muito especial para nós.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *