Psicologia de boteco


Todas as manhãs eu faço vários joguinhos envolvendo palavras.
Eu gosto muito, mas às vezes eu empaco, deixo de lado, vou fazer outra coisa e depois retorno. Então, aquilo que estava dificílimo de descobrir, rapidamente se tornou fácil.
Quantas vezes ficamos obcecados em solucionar problemas que parecem impossíveis de serem resolvidos e basta um afastamento para encontrar a solução.
No filme “O clã das adagas voadoras” há uma cena que gostei demais.
Um lutador estava olhando para o chefe do clã cara a cara e disse que não sabia que atitude tomar para resolver um certo assunto. Então, o chefe pediu que ele fosse até a porta de um salão enorme. Ele andou de costas e a medida que se afastava do chefe se deu conta da beleza do espaço que ele já conhecia, mas ele entendeu o recado.
Ter foco é muito bom, mas nem sempre a solução aparece na hora que queremos. Basta relaxar.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *