Por que eu curto a Netflix?


Amigos, as pessoas precisam se reconhecer através da arte. Comecei a ver o seriado colombiano da Netflix “História de um crime: Colmenares”.
As duas únicas coisas que eu sei daquele país é que seu nome foi homenagem ao Cristóvão Colombo e que lá nasceu um dos piores seres humanos do mundo. Não vou dizer o nome para não dar confiança, apesar de que ele já foi para o inferno.
A gente sabe um monte de histórias de países europeus, curte a cultura americana, mas os nossos vizinhos de porta são meros desconhecidos. Existe vida inteligente no sul do Equador, mas como somos pobretões, foi necessário a poderosa Netflix investir para contar uma história real totalmente desconhecida por nós brasileiros.
Cinéfilo que é cinéfilo de carteirinha “não vai com a cara” da Netflix, mas EU ADORO e enquanto puder fazer propaganda, eu farei.
Através dela tenho visto filmes e seriados asiáticos, escandinavos, turcos, árabes, sem contar inúmeros espanhóis, argentinos, enfim uma verdadeira ONU. Tenho visto até americanos independentes que têm sido bem melhores do que os hollywoodianos.
A série é maravilhosa, imperdível? Não chega a tanto, mas conta uma história real e eu estou gostando, ou melhor, adorando.
O mundo se torna mais interessante quando tomamos conhecimento do que acontece fora do nosso quintal.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *