Palavrões e PA-LA-VRÕES…

Amigos, lá vou eu de novo dar opinião. O meu marido falava um monte de palavrões na frente dos filhos. Bom, justiça seja feita, palavrões mais nobres, digamos assim. Por outro lado, sempre foi respeitoso com os seus pais, a minha mãe, senhoras e qualquer pessoa que não gozasse da sua intimidade.

Nossos filhos nunca foram desbocados, ao contrário. Bom, maridão é um reles mortal que nunca fez mal nenhum à nação. Não podemos julgar um presidente, primeiro ministro ou quem quer que seja por dizer palavrões. Quem não os diz? Para não parecer pudica, o meu predileto é CARALHO! Assim mesmo com ponto de exclamação. Quando eu falo raramente, parece que ele saiu do intestino até chegar na boca. É muito lindo. É quase poético e bem melhor do que um antidepressivo. O mundo parece ficar mais bonito ao botar a minha raiva para fora.

Bom, quer queiramos ou não, um presidente não pode insultar governadores dessa forma ou quem quer que seja. Ai alguém poderá comentar que o Lula fez isso, falou aquilo e ficou por isso mesmo na turma da esquerda.

Vai ser sempre assim? Eu fiz isso, porque você fez aquilo. Eu roubei, mas o fulano roubou também. Eu fiz merda, porque Dom João VI fez também. Quando é que alguém vai assumir alguma coisa sem mencionar pessoas do passado?

O que me entristece é ver um monte de amigos que votaram nessa pessoa e que acharam que agora vai. Não vai ter mais corrupção ou ter nepotismo. OK, mas como é que se chama querer apenas o controle das atividades da PF no Rio?

Eu já me arrependi de ter votado em algumas pessoas e assumi isso. Você que acreditou no Bolsonaro, achando que era o melhor para o país, eu entendo e não julgo, mas penso que já passou da hora de se dar conta de que esse cara é um monstro. Não fique do lado dele e sim do seu país.

Por último, gostaria de pedir um imenso favor para quem não pensa como eu, PODEM ME BLOQUEAR. Eu não quero passar por esse constrangimento. Hoje desfiz três amizades, o que muito me chateou.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *