O charme(?) das prostitutas

prostituicao
Amigos, sou da época das namoradinhas de fé e “as outras”. Ouvíamos de nossas mães “cuidado, ele vai fazer ‘mal’ a você e depois não a quererá mais”, “eles gostam das galinhas, mas só casam com as mocinhas”, enfim um terror. Ainda tinha o meu avô que dizia que conhecia o andar de quem deixava de ser virgem.
Pior ainda era ouvir que os homens são diferentes, “precisam” ter sexo, enquanto nós mulheres poderíamos passar sem. Então era quase um ato de humanidade ser traída pelo namorado.
Bom, hoje em dia todas as mulheres têm vida sexual e as subcelebridades gostosérrimas até dizem que adoram fazer isso ou aquilo. Ninguém mais tem vergonha de nada e qualquer menina, decente ou não, tem a suprema liberdade de ter prazer.
Dessa forma, por qual motivo ainda existem prostitutas? Ah tá, porque nem tudo uma moça de família faz? Tá bom, vou acreditar nisso. Só que a Internet tem grupos, páginas, sites, enfim uma infinidade de possibilidades das pessoas que têm os mesmos gostos ou taras se relacionem. Eu acho isso bastante saudável, DESDE QUE tudo seja consensual.
Tá bom de novo, por que existem tantos serial killers que matam prostitutas nos países de primeiro mundo, principalmente nos States? Que mal essas moças fizeram? Por que elas incomodam tanto? Por que um gay merece ser morto? Tenho um monte de perguntas para as quais não obtenho respostas.
Chegamos no ano de 2016, terceiro milênio cristão e o sexo, ou a orientação sexual, continua sendo motivo de repressão. O que posso concluir é o grande mal que as religiões fizeram ao mundo.
Tudo bem se alguém quer ser assexuado, ficar dentro do armário ou qualquer outra opção, mas deixe os outros em paz.
Um lindo final de semana para todos e até o próximo Boletim.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *