Minha intolerância está diminuindo…

Amigos, tenho uma certa intolerância contra quem comete suicídio.
Ele(a) acaba com o seu problema e cria um IMENSO para seus familiares e amigos.
OK, estou sendo meio dura, mas é o que eu penso e não me venham com ditos românticos.
Apenas tentem imaginar a ferida que nunca cicatriza de uma mãe ou um pai que perdeu um filho.
Só que o mundo dá voltas e eu já estou mudando de ideia ao ver esse tanto de gente que se recusa a usar máscaras, que vai ao Pagode da Covid, que vive como se absolutamente nada estivesse acontecendo no mundo. São potenciais suicidas. Ok, tudo bem, cada um sabe de si.
Só que, além de suicidas, são HOMICIDAS, pois infectam quem não tem nada a ver com isso.
Existem várias formas de se matar, escolha uma menos trágica, para também não dar trabalho para quem vai limpar a sua bagunça.
O que não pode é você ir a uma festa e depois beijar a vovó no Natal e mesmo que não tenha contato com ela, você vai passar o vírus para alguém que não respeita a sua avó.

Os jovens sempre revolucionaram o mundo, mas agora estou meio invocada com eles e com velhos também que se acham o ó do borogodó.

“MENAS” gente.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *