Black is beautiful. Black is fashion

Em um tempo de ódio está se tornando cada vez mais perigoso dar opinião, mas como ninguém paga as minhas contas, eu darei a minha.

Tenho visto inúmeras propagandas com pessoas negras, diria até que mais negros do que brancos.

Felizmente os poderosos descobriram que negros também abrem contas em bancos, fazem seguro de vida, usam perfume da Natura e pasmem, até comem picanha. Ainda estamos muito longe de pagar essa dívida secular com os negros que vieram para cá escravizados, mas algo está mudando, graças a Deus.

No entanto, ai Deus, porque sinto um “no entanto”?

Volta a ser otimista Dona Yvonne, você nunca foi assim. Pois é, o meu receio é que isso seja moda e que daqui a pouco tudo vai voltar a ser como era. Lembrei de uma modelo mulata que disse certa vez que só tinha trabalho no lançamento de moda primavera/verão. Outono/inverno nem pensar. Espero que o mundo da moda tenha descoberto que negros também sentem frio.

Tenho verdadeiro pavor da frase “há males que vêm para o bem”, mas a morte daquele americano despertou uma consciência há muito tempo adormecida no mundo, o que eu vejo com bons olhos em tempos sombrios e maléficos. Só espero que isso não seja mais um modismo.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *