Também quero um Impeachment só pra mim

ImpeachmentJa
Por que só o Collor e a Dilma podem ter este privilégio? Não confundir com foro privilegiado, o que também me apetece. Saio por aí cometendo toda sorte de crimes e não sou preso como um bandido comum porque tenho foro íntimo.
Vocês, idolatradas leitoras e queridos leitores, me perdoem, mas não dá pra falar de outra coisa. A gasolina do Brasil hoje é o Impeachment. Vou falar de que? Cinema? Televisão? Da chuva e do tempo bom?
Mas vou tentar dar outro enfoque, tá?
Tô vendo aqui na TV, o ex-senador Gim Argello, sendo conduzido a hóspede do Estado (sendo preso). Este pessoal não tem jeito. São sempre as mesmas figuras. E olha o nome do cara: Gim. Vinicius de Moraes, há décadas, já avisava que o “o gim é um veneno, não beba demais”. O Gim é outro do Petrolão. R$ 5 milhões.
E o Gim é do PTB! Ontem, vi uma entrevista com o Roberto Jefferson, que depois de cassado e preso, quer ser presidente do PTB de novo, “onde tudo começou”. Jefferson disse que depois do Mensalão nenhum político do PTB se envolveu no escândalo, “menos um senador que já não era mais senador”. Só podia ser o Gim, né? Gim-tônica! Adoro este veneno!
Mas voltemos à Dilma, como pródigos filhos.
Não dá pra entender, como é que ainda tem deputado querendo livrar a cara dela, no próximo domingo. Dá sim… São uns imbecis. O Barco afundou e ratos saem antes, como o Temer; como ex-petistas que são como ex-gays. Dinheiro, claro. Mas o que adianta ter dinheiro num país estraçalhado pela falta do mesmo, sempre sobre os mesmos? Os mesmos que elegeram Lula e Dilma. Dá vontade de mandar todos pra aquele lugar, devolver o Brasil pros índios e ir embora pra Síria.
O que vai acontecer se Dilma for dançar um tango argentino?
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, tô ouvindo agora. O STF acaba de cassar a posse de Eugênio Aragão como Ministro da Justiça… Mas ainda cabe recurso… O pulso ainda pulsa. Este país é uma surpresa por hora… Dilma sabe nem nomear ministros da Justiça… Acabou o milho, acabou a pipoca. Chama um táxi pra mim, por favor.
Na verdade, pra que serve um Ministro da Justiça no Brasil, se, nos últimos dias, a presidente da República, compra deputados à luz do dia, na frente de todo mundo e ninguém faz nada? Na Islândia, bastou um dia. Só de seu nome aparecer no affaire Panama Papers, o primeiro ministro renunciou.
E não é só o Brasil que pirou o cabeção. O fim do mundo está acabando mesmo. Estão processando o Led Zeppelin por plágio de nada menos que “Stairway to Heaven”…
E se o carnaval cair em abril?
E se a Dilma não cair?
Acho que vou assaltar bancos e cair fora. Vou voltar pra Paris e rasgar meu passaporte. Vou mudar de nome. Casar com uma velha rica e ficar na boa e de boa. Vou viver do dinheiro alheio. Vou dar golpes do baú, entre outros. Vou viver de auxílio desemprego. Vou virar petista em Paris!
Impeachment! Invenção inglesa ou americana?
Ser impedido é coisa muito triste. “Não pude ir à festa porque estava impedido”.
Dilma nos acusa (seus opositores) de conspiração, golpe e traição. Nossa! Quanta coisa boa!
Na verdade, pra que serve um Ministro da Justiça no Brasil, se um bandido como Lula, se instala, de novo, à luz do dia; num hotel de luxo em Brasília e age como Ministro da Casa Civil, impunemente? Como é que pode?
Se não tiver Impeachment, assim mesmo com letra maiúscula de Ministro, o que será do amanhã e do Brasil? O que será do domingo e da semana que vem?
Ninguém vai fazer nada? Vamos ter que contratar um Chacal pra fazer um Dia do Chacal em Brasília?
Prenda-me se for capaz. Impeça-me se for capaz.
ps: pensando bem, Impeachment Já é um exagero! Pra que tanta pressa? Pode ser Impeachment daqui a 5 minutos…

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *