Festival de Mentiras que Assola o País!

Tô garrano reiva desta CPI.
Um depoente após o outro vai lá e conta um monte de mentiras na maior cara dura e fica tudo por isso mesmo.
Como desmentir um vídeo em que Bolsonaro afirma que não vai comprar a “vachina” do Doria? Mas o capacho três estrelas insiste em dizer que o presidente fez das tripas o coração para comprar imunizantes. Que ele sempre agiu conforme manda o figurino e que se houve algum atraso foi por culpa dos laboratórios ou do pipoqueiro da esquina ou tia da do café ou do Espírito Santo, menos dele, Pazuello, ou do presidente. Uma fala afiada de quem muito ensaiou, típica de quem obedece cegamente a quem manda.

Todos sabemos que as vacinas só estão chegando até nós porque, João Doria o adversário político do Bolsonaro, pôs o Butantã pra trabalhar. Então, contra sua vontade, o presidente teve de começar a mexer seus pauzinhos (só pra esclarecer, estou falando do Bolsonaro pai, não do Dudu).

Todos sabemos também que Jair Bolsonaro e o próprio Pazuello são contra o uso de máscaras, mas Pazuzu vai lá na CPI e diz que todas as medidas para prevenir o contágio foram tomadas desde o começo da pandemia. Logo ele que foi visto recentemente passeando num shopping, sem máscara.

Enjoei desse assunto. Vou falar só de coisas boas.

Ahn, ahn, ahn…

Desculpem a pausa, mas é que estava pensando em alguma coisa boa pra escrever, mas até agora essa pausa só me fez lembrar do depoimento do Ernesto Araújo, que passou horas nesse ahn, ahn, ahn…esperando que Tico e Teco entrassem num acordo e conseguissem dar respostas convincentes. Não deu certo. Para tudo que falava tinha uma prova escrita e documentada provando que ele também faltava com a verdade.

Rodo a tela procurando por uma notícia que valha a pena mencionar, mas qualoquê! Dou de cara com o Ricardo de Aquino Salles, o ainda ministro do Meio Ambiente, descendo o cacete na Polícia Federal porque ela resolveu procurar umas toras no seu apartamento.
Fala como se estivesse limpinho nessa história mas há denúncias graves contra ele, não só de incompetência mas também de corrupção. Um escritório de advocacia do qual é sócio estaria diretamente ligado ao contrabando de madeira da Amazônia.
Isso explicaria por que ele estava tão empenhado em deixar passar a boiada, o que em outras palavras significa liberar a exportação de madeira sem o controle prévio do órgão ambiental. Enfim, uma verdadeira farra do boi para os madeireiros.

E bem na hora em que estava quase desistindo de achar uma notícia boa, minha fila no drive -thru andou e eu recebi a vacina contra a H1N1. Fiquei felizinha porque agora fechei o ciclo. Estou imunizada contra a Covid-19 e contra a gripe. Só não consegui me imunizar contra esses políticos corruptos e mentirosos. Uma pena porque toda vez que os ouço, me dá uma espécie de urticária.

Infelizmente, porém, não há cientista no planeta que consiga desenvolver essa fórmula. Sabemos que esse “vírus” que assola o mundo, tem uma cepa brasileira que já se tornou crônica e incurável e mesmo que existisse uma vacina, aqui ela nem faria efeito.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *