Bons tempos!

FullSizeRender-compressor
Minha filha contou um sonho que ela teve essa noite, bastante curioso. Ela estava sendo assaltada por um senhor distinto e educado que pedia licença pra tirar sua bolsa e seu celular.
Em meio a essa onda de violência em que os bandidos chegam atirando e depois roubam, isso nos remete a um tempo em que até os fora da lei eram mais refinados.
Me lembro do Cary Grant, lindo, fino, encarnado no “Ladrão de Casaca”. Dava até gosto ter um ladrão desses por perto.
Claro que isso e só ficção. Na vida real as coisas são diferentes.
Mas até um tempo atrás, a gente ainda encontrava uns bandidos menos hostis. Há uma história verdadeira, contada por uma amiga nossa, que passou por uma situação, que se não fosse grave, seria cômica!
Voltando do trabalho já tarde da noite, parou num semáforo e pimba!
Lá estava o meliante esperando um fusca sem travas na porta pra entrar e sequestrar a desavisada motorista.
Ele a obrigou a dirigir cidade afora pra tentar sacar todo o dinheiro na sua conta. Quando conseguiu o intento, ele manda a moça bonita, casada, já mãe de um filho e preocupada com o adiantado da hora, se sentar no banco de passageiros.
Em determinado ponto, ele para o carro e manda ela descer.
E ela:
– moço você não pode me levar pra mais perto da minha casa, porque aqui é muito escuro e eu tenho medo de assalto.
Quando percebeu o que acabado de dizer, caiu na risada e o ladrão também.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *