Com ou sem pedaladas, Dilma não voltará

antonio_lucena_-_5_4_2016_-_b_01Dilma, proibido (Foto: Arte: Antonio Lucena)
Arte: Antonio Lucena

O fato: a perícia feita por técnicos do Senado no processo de impeachment concluiu que houve violação à legislação tanto nas chamadas “pedaladas fiscais” quanto na edição de decretos de crédito suplementar, mas não identificou ato direto da presidente afastada, Dilma Rousseff, no primeiro caso.
A interpretação do fato pela defesa de Dilma: “A perícia é fatal para a acusação, naquilo que interessa. Quanto aos conceitos, adotaram os conceitos jurídicos do TCU sobre os quais há muita divergência. Mas quanto aos fatos, que é onde importa uma perícia contábil, ela foi arrasadora. Disse que não há atos nas pedaladas, e não há crime sem ato, e que ela não foi avisada nos decretos sobre ofensa à meta, o que acaba o dolo e não há crime de responsabilidade culposo. E no caso nem culpa haveria posto que sequer foi avisada. Logo, num julgamento imparcial, acabou a acusação de crime”, segundo o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.
A interpretação do fato pela acusação a Dilma: “A perícia era um instrumento da defesa e passa a ser ferramenta da acusação. Foi um golpe fatal para a defesa da presidente afastada. Fica caracterizado o crime de responsabilidade com relação aos decretos de crédito e confirma que as pedaladas fiscais foram empréstimos bancários, inclusive com caracterização do pagamento de juros”, segundo o senador Cássio Cunha Lima (PB), líder do PSDB.
O que importa: Entre os 81 senadores que julgarão Dilma, pelo menos 58 estão decididos a aprovar o impeachment. Esse número poderá chegar a 60 – salvo se uma bala perdida da Lava-Jato atingir mortalmente o presidente interino Michel Temer. O PT não quer a volta de Dilma. A própria Dilma não quer voltar porque sabe que lhe faltaria apoio político para governar. Quer sair como presidente afastada por um golpe.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *