8 de agosto de 2022
Priscila Chapaval

Sou judia, não ortodoxa

Imagem: Arquivo Google – Coisas Judaicas

Sou judia não ortodoxa e ecumênica com todo respeito às religiões e crenças que tenho afinidade.
Todos os meus amigos sabem que sou assim Deus é um só @
Irei defender Israel sempre.
Tenho orgulho dos israelenses, sabras. Do povo de Israel. Do exército de Israel. Da tecnologia de ponta de Israel e por aí vai.
Sinto orgulho de Israel, apesar de nunca ter ido para lá, mas já está nos meus planos conhecer essa terra tão comentada e admirada.
Afinal somos todos semitas.
Respeito a tradição judaica nas festas pontuais e quando posso, acendo as velas do Shabat.
Posso dizer com total segurança que Deus é um só para todos.
Às vezes vou num culto evangélico, às vezes num culto kardecista, e na missa do Mosteiro de São Bento. Vou na CIP às vezes e gosto dos rabinos liberais sem nenhuma ortodoxia.
E posto esse texto que me representa. Ricardo Noblat foi infeliz na Veja!
Que baita falta de respeito, mas quando é para criticar os “judeus” tudo pode!
Queria ver a coragem de fazer algo similar com um lugar sagrado do Islã!
É por isso que a cada dia Israel se torna cada vez mais importante para preservação do judaísmo.
Nunca nos livraremos do antissemitismo, Israel só é o pretexto atual, senão seria Hollywood, os banqueiros, as construtoras ou mesmo um indivíduo que cometeu algum crime. Sempre e sempre haverá um motivo.
Por isso digo, independente de sua vertente política e opiniões, devemos ficar UNIDOS pela memória de nossos tombados durante toda a historia da chamada humanidade!
E, para você que acha que Israel não pode se defender, que se “FODA”, não é novidade para nós!
Vamos continuar lutando pela nossa tradição, e para seu dissabor, hoje já aprendemos e estamos preparados.

Jornalista... amo publicar colunas sobre meu dia a dia...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.