Minha nostalgia

Ando nostálgica.
Cansei de não entender a crise. Vejo lives com médicos, intelectuais, artistas e isso me deixa mais tranquila. O fim  da COVID-19 está longe, a vacina somente o ano que vem.

Ando escrevendo e vejo textos que escrevi desde 2011 falando da crise da Saúde e da falta de saneamento básico para comunidades mais distantes.

Já tentei ser voluntária, mas só atrapalho, porque pega no meu emocional e me envolvo com as pessoas querendo ajudar. Ajudo no que posso com doações e dinheiro. Quem leu me texto no feed de ontem vai entender.

Essa lembrança foi doída.

A expressão de ódio do menino contra minha pessoa é duro. Não fico lembrando mas ontem veio tudo junto.

E para completar me indicaram o filme Como estrelas na Terra na Netflix. Chorei o filme inteiro. Solucei e quase fico desidratada de tanta lágrima que caiu. Foi uma catarse. Me identifiquei em algumas coisas de quando era criança.  Fui uma criança melancólica.  Pegou fundo!


Vejam esse filme e comentem aqui. Talvez você não goste.

Sofri bullying no Liceu Pasteur e não gostava de matemática e latim. Sempre tive a segunda época com professores particulares.

Em outras matérias ia bem.

Detestei fazer Secretariado no Mackenzie. Nada a ver comigo mas fui até me formar.

Vejam esse filme indiano. Quando lembro do menino do filme quase choro de novo. E não estou na TPM.  Nem lembro mais.  Avanti tutti!

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *