O Tratado inédito: mais um ponto para Trump

Trump assinou no dia de hoje um tratado inédito e da mais alta relevância para o mundo. Mas, a grande mídia ignorou, não somente aqui, como lá. Eles estão mordendo os cotovelos e levando-os aos ouvidos para coçá-los de tanta raiva e inveja. Claro, que me refiro aos esquerdopatas e globalistas.

Se o mesmo tivesse a chancela do Partido Democrático americano, estariam soltando fogos e enaltecendo, como o fizeram à época de Clinton, que costurara um armistício bem fajuto entre Arafat e Israel.

Trump se diferencia de seus antecessores, exatamente, por desde seu primeiro dia de governo, não ter dado um tiro, sequer, de bala de festim, contra nenhum país árabe.

Foto meramente ilustrativa – Google – Conib

Não confundir com a eliminação do terrorista iraniano, que foi um ato isolado e específico e, que, só veio a contribuir para a paz no planeta.

Ainda, os seres pensantes do planeta, não engoliram a conversinha da eliminação, por parte de Obama, do seu xará, Osama Bin Laden. Nesta operação, não se viu corpo e nem paradeiro de seus restos mortais, apenas, confetes e festas por sua morte, numa clara demonstração cinematográfica com fins eleitorais, que por fim, não resultou em dividendos positivos.

Atualmente, existem alguns estudos e investigações independentes que comprovam que o “onze de setembro” foi um embuste. Vários físicos afirmaram ser impossível uma explosão daquela magnitude com apenas um choque de uma aeronave com as construções das duas torres, que, na realidade, aquilo foi uma explosão nuclear.

Enfim, estamos vivendo uma era de muitas expectativas e revelações sinistras e mórbidas. A reeleição de Trump, significa muito para o mundo conservador e, lá, como cá, não interessa o triunfo dessa direita libertadora, indesejada e inesperada.

Aqui em Pindorama, o mais detestável, se isso é possível medir, dos políticos, FHC, não ato de cinismo e casuísmo, se disse arrependido de ter lutado pela instituição da reeleição e que estaria disposto a mudar a constituição para reparar o seu erro. Por óbvio, seu arrependimento tem tudo a ver com a certa recondução de Bolsonaro ao cargo e a continuação de sua política que inviabiliza por completo o poder para essa gangue de mafiosos que pensou, um dia, que poderia se manter eternamente num conchavo para ludibriar e roubar o país e seu futuro.

Fiquemos atentos nessas eleições municipais que se avizinham, façamos bom uso dos nossos votos prestando muita atenção a esses camaleões comunistas que trocam de pele como as cobras, peçonhentas, assim como eles, estão à espreita com novas cores e com um discurso de reconstrução democrática e econômica, como se não fora eles que comandaram o Brasil nos últimos trinta anos.

A excitação da corja é tanta, que até o médico, garota propaganda da turma, já trocou o “fique em casa” pelo “seja um mesário voluntário”, donde, deduzimos, que fizeram um acordo com o ding ling, para nesse período eleitoral, ir dar umas voltinhas além fronteiras de Pindorama.

Penso que qualquer pessoa, mesmo, que somente possua o Tico, já, órfão do Teco, não tenha se dado conta que a humanidade foi vítima da maior fraude de todos os tempos, sanitária, econômica e política, com nítidos e claros objetivos abjetos e repugnantes.

Está mais que passado da hora da população se despir da focinheira, correr para o calor do abraço dos que se querem e dar uma solene banana ao “novo normal” , não esquecendo, que  temos medicações eficazes para combater essa fabrica de mortes artificiais, sem precisar servirmos de cobaias de farmacêuticas gananciosas e políticos ávidos por controle e poder.

Ressalto aos desavisados, que os laboratórios envolvidos na corrida do ouro, desculpem, na corrida da vacina, querem oficialmente, uma isenção de responsabilidade pelas reações adversas em consequência da vacinação sem tempo hábil para a observação dos seus efeitos colaterais.

Se, essa desgraça fosse pouca, a tecnologia empregada para o desenvolvimento dessa panaceia que salvará os otários da morte, atua no DNA humano, o modificando de forma irreversível.

Façam suas apostas na vida eterna, e paguem pra ver o diabo sorrindo por você.

A propósito, o Brasil está sob nova direção:

Sai o Sinistro Mistóffolis e assume o Sinistro QuisiFuxtodis, o famoso beijoqueiro de rapapé$$$.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *