Não descanse em paz, Lula

lulapreso
Sobrou um país dilacerado. Servidores Públicos do Rio de Janeiro com salários fracionados; fundos de pensão das estatais com rombo de R$ 58 bilhões, quase 300 trabalhadores demitidos por hora e a Petrobras na bacia das almas. Um fantasma que vai assombrar o Brasil para sempre.
Ainda assim, Lula e seu bando de cangaceiros estão fazendo o diabo, para usar a expressão delicada e republicana da presidente, para impedir a votação do impeachment dia 17.
O que eles querem mais? As reservas internacionais? Lula sabe que perdeu e a única alternativa que lhe resta é voltar às origens com ameaças. Convocou seus comparsas estrangeiros, que estão enviando ônibus lotados com bolivianos, venezuelanos, peruanos e paraguaios para barbarizar manifestantes que estão fartos do roubo, da empulhação e das mentiras.
Lula prometeu não sair mais das ruas se Dilma for apeada do cargo. Quer punir os brasileiros por seu maior erro: colocar na presidência uma pessoa absolutamente despreparada, incompetente, arrogante e sem um pingo de controle emocional. Estava convicto de que nada daria errado. Ela esquentaria sua cadeira, ainda que nada pudesse fazer pelo País. Ele sabia perfeitamente que ela foi e sempre seria uma simples tarefeira, cumpridora de ordens na clandestinidade, que manteria o mesmo padrão também no exercício da presidência.
Ele só não esperava que ela se encantasse tanto pelo poder, impedindo-o de concorrer em 2014. Ele se esqueceu de combinar com as bases, tal era sua confiança no plano macabro de poder.
Cego, perdeu qualquer referência de bom senso e equilíbrio, se é que ele já teve algum. Hoje é um espectro de si mesmo, assombrado e apavorado com a iminência de uma prisão mais do que merecida.
Hoje, sexta-feira, São Paulo está parando mais cedo, ante os boatos que circulam insistentemente sobre o fechamento das Marginais pelos petistas. É o começo do terror. Vão espernear, vão tentar travar o desenvolvimento quanto puderem, mas agora muito mais enfraquecidos. Na verdade, moribundos. Resta-lhes a violência, a falácia e o medo.
Lula está morto politicamente e Dilma nunca existiu, exceto nos devaneios de seu criador. Ainda que vergonhosos índices do Datafolha digam o contrário, Lula é um fantasma que não mete medo nem mais em criancinha. Vai enlouquecer e passar o resto dos seus dias atormentado. Que ele não descanse em paz.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *