Deus se lembrou que é brasileiro

azul_br_aves_do_brasil_02O lindo céu do Brasil (Foto: Arquivo Google)

Depois de uma tragédia estúpida e cruel como a de anteontem quando perdemos 71 pessoas por falta de combustível, por descuido e imprudência! Depois de tanto chorar ao ler sobre os meninos do Chape e de acompanhar com o coração apertado as lindas homenagens ao querido time de Santa Catarina, Deus favoreceu o Brasil nos enviando esta quinta que se não apaga nossa tristeza, ao menos alivia nossa dor.
E nos devolve a fé no Brasil e na Justiça.
Repararam como este 1º de dezembro foi um lindo dia, um céu com aquele tom de azul que só o Brasil tem? Sentiram, como eu senti, vontade de caminhar ao ar livre e de agradecer a Deus? Ficaram emocionados, como eu fiquei? Respiraram o ar mais puro e o viço das flores e frutos deste generoso e querido solo brasileiro?
Vibraram ao ouvir o senhor Renan Calheiros falar em alto e bom som para o plenário da casa que ainda preside que a operação Lava-Jato é sagrada?
Não foi maravilhoso?
E teve mais, teve a tão aguardada decisão do Supremo Tribunal Federal de receber a denúncia contra Renan Calheiros (PMDB-AL) por peculato. Sabem lá o que é isso? Por peculato.  Lembrou-se do que é peculato? Não? No meio de tantos ilícitos é natural que a gente confunda as coisas. Não se afobe. Copio aqui o que é peculato: é crime específico do servidor público e trata-se de um abuso de confiança pública. A palavra deriva do termo latino peculatus, que no direito romano se caracterizava como o desvio de bem público para proveito particular.
Não fique abalado com essa decisão do STF. Segundo  palavras do político alagoano, ele, o próprio, não se abalou. Não sei, não sabemos, se ele também achou o dia de ontem lindo, mas eu continuo a achar a primeira quinta-feira deste dezembro um esplendor!
Até porque essa não foi a única notícia estupenda de ontem. Finalmente a delação do grupo Odebrecht foi homologada: “O empresário Emílio Odebrecht e seu filho, Marcelo Odebrecht, assinaram acordo de delação premiada e o acordo de leniência da empresa. (…) Maior empreiteira do país, a empresa se comprometeu a pagar US$ 2,5 bilhões – R$ 6,8 bilhões na cotação do dólar de hoje – a título de indenização por ter se envolvido em atos de corrupção. No fim da tarde desta quinta-feira, o grupo divulgou nota na qual admite o erro, pede desculpas e diz que está comprometido a “virar a página”. O Globo on line, em 1/12/2016, às 22:23hs.
Parece que estão planejando manifestações para o próximo domingo. Se forem manifestações a favor do Brasil e contra a corrupção e por uma boa reforma política, ótimo. Mas se sob o disfarce de manifestantes, forem para a rua os mesmos vândalos e baderneiros que de 29 a 30 de novembro depredaram, queimaram, picharam, assustaram, destruíram e pior, esfaquearam e apedrejaram policiais, então peço a Deus que dê forças ao presidente Temer para que ele, menos temeroso, ponha na rua a Força Nacional com ordem de não deixar que façam de nossas cidades campos de batalha.
Como diz o presidente FHC, vamos baixar a fervura. Sugiro que aproveitemos melhor esses lindos dias de início de verão curtindo nossas famílias e pedindo a Deus que nunca mais se esqueça que é brasileiro.
Fonte: Blog do Noblat 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *