26 de maio de 2022
Lucia Sweet

Tempos perigosíssimos, que ninguém se iluda


Para quem ama cultura, beleza, elegância e sentimentos nobres, o mundo de hoje está insuportável. Só vejo fake news, fake tudo, empoderadas, ideologia de gênero, mentiras, corrupção, mediocridade, vulgaridades, mau gosto e a substituição da verdadeira espiritualidade por autoajuda deplorável, barata e prejudicial para a saúde mental e o bem-estar das pessoas. Por isso só falo a verdade e me protejo na minha torre de marfim onde só deixo entrar quem eu convido.
E tolerância zero com “lula livre”, porque quem defende criminosos apoia e sente falta dos crimes por eles cometidos. O Brasil afundou num abismo depois que o lula, o chefe da quadrilha, assumiu o poder.
Muito cuidado: dize-me com quem andas e dir-te-ei quem és. A baixa vibração de certas pessoas sempre acaba respingando em quem está próximo. Mesmo que tenha gente que não acredite, o universo material vibra, por isso existe. Deus começa onde o movimento acaba, dizem os grandes sábios da Índia e do Tibet.
O momento é de grande perigo; estamos na divisão das águas e os mornos, “eu os vomitarei da minha boca”.
Está na Bíblia:
Mateus 12 : 29 Ou ainda, como pode alguém entrar na casa do homem forte e roubar-lhe todos os bens sem primeiro amarrá-lo? Só depois disso será possível saquear a sua casa.
30 Quem não está comigo, está contra mim; e aquele que comigo não colhe, espalha.
Apocalipse 3 : 15 Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!
16 Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
17 Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;
Com Tereza Mainardi e Enio Mainardi

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.