Sergio Moro na Crusoé?

Sergio Moro, quem diria, acabou na Crusoé, (a cilada, digo, a revista dos Antas. Com direito a chilique moro, mouro, moura, mora Brasil).

De informante, passou a colunista. Mundo real. Mondo cane.

O sonho de ir para o STF virou sonho de ser presidente? Acho que nem de escola de samba. Que em geral, são contraventores, não?

Lembrei-me da “Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá”. Comédia. Tudo muito divertido, humor sofisticado, glamour.

Mais uma vez prefiro a ficção à realidade. Mil vezes!

Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá.

Sinopse:

“Pedro, um enfermeiro, sonha em ser Greta Garbo, a “diva do cinema”. Certa noite, ele encontra Renato, típico jovem sonhador, recém-chegado à cidade grande cujo sonho é ser médico, e o leva para casa. O combustível dessa ação é a ironia de Pedro que, diante do, aparentemente inocente, Renato, vai envolvendo-se cada vez mais sentimentalmente. O clima de tensão começa a surgir quando Renato passa a frequentar a cena boêmia envolvendo-se com uma prostituta chamada Mary, rival de Pedro. Conflito esse que irá culminar em divertidas e hilárias situações cênicas, possibilitando ao público o prazer de uma comédia sofisticadamente artística além de promover o entretenimento nos faz refletir sobre a condição humana.”

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *