O silêncio vale ouro

Enquanto a inteligência e a cultura iluminam a nossa vida, o estilo traz o refinamento — e o bom gosto é um reflexo, talvez, da harmonia e beleza da alma.

Uma pessoa vulgar, a quem falta delicadeza, vai sempre falar mal, vestir mal e morar mal, não importa o quanto gaste no luxo.

Quem não tem elegância não consegue perceber que o caro não é necessariamente o melhor, nem o mais bonito. O caro que vale a pena não é o óbvio. E comprar o barato que finge ser caro é cometer o imperdoável pecado da pretensão, que junto com água benta é grátis.

Às vezes você procura auxiliar as pessoas e é mal-compreendido. Porque alguém que recebe ajuda pode perceber o que lhe estava faltando e sentir raiva, por insegurança.

Pessoas negativas não querem mudar, porque mudar dá trabalho. Preferem mentir para enganar os outros e fingir que as coisas são diferentes da realidade nua e crua.

Isso não acontece com quem sente gratidão.

Uma pessoa agradecida é alguém que quer melhorar e não perde uma oportunidade de conviver com quem possa somar e não subtrair.

Você conhece alguém que quer passar o outro para trás ou explorá-lo, que não seja a pessoa mais agradável do mundo? Essa pessoa diz que acha você maravilhoso mas na verdade está de olho ou no seu dinheiro, ou no seu status ou no que você pode fazer por ela. Ela está sempre roubando alguma coisa de você.

Quem vai se deixar enganar por quem é incômodo?

Uma pessoa que só fala a verdade é incômoda. E se falar a verdade com grosserias, torna-se indesejável.

Portanto, se a verdade é desagradável e ninguém lhe pediu a sua opinião, lembre-se: o silêncio é de ouro.


Imagem: Google Imagens – Amino Apps

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *