O Senado e a Lava-Toga

Imagem: Arquivo Google – Instituto Liberal

Minha opinião, baseada em fatos, é que CPI leva meses, custa caríssimo e não dá resultados concretos.
A Lava Toga NÃO pode investigar ministros do STF. Se quiserem fazer o certo, têm que aceitar e analisar os pedidos de impeachment que já estão fundamentados, como os de Janaína Paschoal e Modesto Carvalhosa, entre outros. A extrema imprensa já publicou que Gilmar Mendes declarou: “Se a CPI da Lava Toga for instalada, o STF manda trancá-la”.
Esses senadores que fingem ser os paladinos da luta anticorrupção, estão, no mínimo, distraindo e manipulando o povo, que é realmente contra a corrupção. Estão usando de evasivas, subterfúgios.
Os que lideram a Lava Toga, do Podemos e Cidadania, aliaram-se ao novo Foro de São Paulo light, que se chama agora “Direitos Já, Fórum Pela Democracia“ e foi fundado para fazer oposição “ampla” ao Presidente Bolsonaro.
Tudo junto e misturado, com tiro Gomes e quase todos os partidos de centro, centro-esquerda e esquerda.
Para quem não soube, O Globo e o Congresso Em Foco publicaram que participaram do “Direitos Já, Fórum Pela Democracia“, que foi lançado na PUC-SP no último dia 2, nomes como Ciro Gomes (PDT), Flávio Dino (PC do B), Márcio França (PSB), Luís Felipe D´Ávila (PSDB-SP), Eduardo Suplicy (PT), Paulinho da Força (Solidariedade), Eduardo Jorge (PV) e Marta Suplicy (Sem partido). Além de juristas, professores universitários e lideranças religiosas, como o ex-arcebispo de São Paulo, Dom Claudio Hummes, e do linguista Noam Chomsky, ídolo da esquerda mundial.
“Falaram durante o evento políticos do Novo, PL, PDT, Podemos, Rede, PTB, Cidadania, PV, PSB e Solidariedade. Ciro disse que o grupo deve discutir de forma urgente nas próximas reuniões quais os erros cometidos que permitiram a chegada de Bolsonaro ao poder.”
O presidente do PSD, Gilberto Kassab, manifestou seu apoio ao movimento por meio de um vídeo. FHC e o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) também gravaram um vídeo. “

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *