23 de maio de 2022
Lucia Sweet

Jogo Brutal


Estão armando contra Jair Bolsonaro às vésperas das eleições, já que não conseguiram matá-lo, uma campanha, na mídia de esquerda vendida, para destruir sua candidatura, como a que fizeram para destruir Temer, com os açougueiros, gravações editadas, Janot, Fachin, O Antagonista, a Veja, a TV Globo et caterva, às vésperas da aprovação da reforma da previdência, que teria sido um grande passo para tirar o Brasil do buraco.
Com Bolsonaro, distorcem tudo o que o General Mourão diz e agora desencavaram a separação dele com a ex-mulher, com quem Bolsonaro hoje se dá maravilhosamente bem.
O Antagonista faz jogo duplo: não é uma no cravo, outra na ferradura. É uma no prego, outra no dedo. Não se iludam. Repercute TODAS as fake news da Folha, da VEJA. Mas não noticia Zé Dirceu, que é poupado. E apoiou ativamente a tentativa de golpe contra o Temer. Não que o Temer seja um santo, mas com provas fake não é possível condená-lo. Aí perderam uma audiência incrível e agora estão mais cautelosos. Querem jornalistas confiáveis? Leiam José Roberto Guzzo e Augusto Nunes.
Bolsonaro pode não ser o candidato dos sonhos mas é o único que temos. Mais do que nunca, ou Bolsonaro vence ou lula volta.
A esquerda perdeu todos os limites. Está assim no mundo todo, não só no Brasil. Nos Estados Unidos, como não puderam barrar democraticamente o indicado do Trump para a Suprema Corte, os democratas arranjaram uma mulher que — pasmem — sem provas, acusou o Juiz , com uma carreira impecável, de ter TENTADO estuprá-la, apesar de não ter conseguido ( segundo ela também), mais de 30 anos atrás, numa festinha. Ela contou ainda, que achou que ele fosse “matá-la”. E com acusações sem provas, repito, destroem a reputação de um homem probo e correto, bom marido e pai de família. Lá como nos países bolivarianos, descobriram que o grande pulo do gato é uma Suprema Corte só com ministros de esquerda para legislar e decidir o que a esquerda não consegue aprovar no Congresso, democraticamente.
Estamos à beira de uma guerra civil no Brasil. Ou alguém achou que a quadrilha, que já está no poder, vai aceitar perder o poder democraticamente?
A esquerda é asquerosa.
#Bolsonaro
PS Podem ler A Re-União, do meu grande amigo Ênio Mainardi, pai do Diogo, e da Tereza. Não fazem jogo duplo. Têm uma linha editorial de direita.

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.