Eu, discordando de Guzzo!

Fotomontagem: Google – Jornal da Cidade Online

Acabei de postar o seguinte comentário a respeito do artigo que um dos jornalistas que eu mais admiro e respeito escreveu, O Guzzo, aconselhando o Presidente a calar a boca. Discordo, mesmo sem chegar perto de ter a estatura intelectual e profissional do José Roberto Guzzo.

Discordo. Ainda bem, não? toda a unanimidade é burra. Você sabe o quanto eu admiro você, mas você está culpando a vítima. A imprensa seleciona e distorce cada palavra que o Presidente diz, esconde tudo que está sendo feito no melhor governo que o Brasil tem há décadas, e o Presidente precisa calar-se?

Você com isso está eximindo a pior imprensa que já militou no Brasil. Sem falar que a imprensa mente.

Estamos vendo a maior campanha difamatória que já assisti na minha vida. A escolha das pautas e das manchetes é feita sem nenhum critério com a verdade nem com a notícia. A ordem é destruir.

O Presidente é atacado, seus ministros são atacados, as famílias dos membros do governo são atacadas, seus eleitores são atacados da maneira mais vil e truculenta e a sua sugestão para resolver o problema da organização criminosa que não mede esforços para retomar o poder e não deixa o Presidente governar em paz é mandar o presidente calar a boca? Acho muita ingenuidade.

Deixa o Presidente desopilar o fígado. O importante é que ele não rouba. Os que roubavam e deixavam roubar eram tratados com eufemismos.

Votei no Presidente e votarei novamente. Graças a ele — e a nenhum outro — não viramos uma Venezuela. E até agora só vi o Presidente brigar com salafrários e aproveitadores, que não entenderam que o Brasil mudou.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *