23 de maio de 2022
Lucia Sweet

Educação no Brasil, problema? Desde quando?

Imagem: Arquivo Google – Aceb

É isso que dá o PT, PCdoB, PSOL terem destruído a Educação no Brasil. Em vez de ensinarem, os professores doutrinaram. Estudante que não estuda e fica discutindo a revolução cubana, gritando Lula livre, fumando maconha e enchendo a cara de cerveja, deve ficar com algum tipo de lesão cerebral.
Só pode ser por isso que em resposta ao pedido do PR (pra quem não entendeu: PR = PRESIDENTE, com maiúsculas) Bolsonaro de as pessoas se vestirem de verde e amarelo amanhã, dia 7 de setembro, dia da “Independência ou Morte”, para que o povo demonstre seu patriotismo e amor pelo Brasil, a UNE pede para as pessoas saírem de preto, para repetir o dia em que Fernando Collor de Mello também pediu que as pessoas usassem verde e amarelo..
Como mataram as aulas de História não sabem, porque são ignorantes (no sentido de não saber mesmo, ignorar), que Collor, em 13 de agosto de 1992, pediu para o povo ir às ruas no dia 16, domingo, para apoiá-lo contra seu iminente impeachment. Ele estava sendo investigado por uma CPI. O povo vestiu-se de preto, ele acabou renunciando e hoje é Senador absolvido pelo STF e com denúncias sobre sua atuação na BR Distribuidora prescritas.
Seu sucessor, o vice Itamar Franco, fez um governo excelente, não roubou, praticamente zerou a dívida pública e acabou com a inflação. Só que seu ministro da Fazenda, FHC, confiscou para si os louros, que eram de Itamar, elegeu-se presidente, comprou praticamente o segundo mandato e foi a origem da era lulodilmista que arrasou de vez com o Brasil.
Ou seja, a comparação é totalmente descabida, esdrúxula e extravagante.
O pedido deveria ser para a esquerda usar vermelho, como sempre. Nunca preto. É muita burrice, desculpem a franqueza.
É muita mágoa, porque agora alunos não precisam mais pagar à UNE para tirar carteira de estudante. O PR Bolsonaro assinou uma MP e a carteira, agora digital, é de graça. Uma exploração a menos para os pais ou responsáveis, porque são eles que acabavam pagando. Viva!
O verde e amarelo de amanhã é pelo Brasil e para demonstrar que a nossa bandeira jamais será vermelha.
As simple as that. The End.

author
Jornalista, fotógrafa e tradutora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.